Freddie Mercury no Live Aid
Reprodução / YouTube
 

Em 1984, o Queen já estava bastante estabelecido no cenário mundial. Mas, diferentemente de várias outras bandas que caíram tão rapidamente quanto subiram, o grupo liderado por Freddie Mercury se manteve no topo por muito tempo.

Questionado sobre isso em uma entrevista daquela época, o vocalista acabou “admitindo” o verdadeiro segredo para a banda continuasse com as engrenagens funcionando tão bem. Bem humorado, Mercury respondeu à pergunta sobre o que mantinha a banda unida e intacta:

Dinheiro. A gente ama o dinheiro. Se [as outras bandas] dizem que não gostam do dinheiro, elas estão falando besteira, honestamente. De verdade. O dinheiro faz parte da coisa toda. Mas a outra coisa… para ser sincero com você, falando sério, nós só queremos fazer a nossa música. E só porque você ganhou muito dinheiro e fez sucesso, não significa que seja o suficiente.

Esse é o período mais difícil para nós. É um grande teste. Sabe, estamos no ramo há 12 anos e nossos discos ainda vendem, e manter isso daqui pra frente é difícil. É bem difícil. Pra ser sincero, eu tenho certeza que o Brian [May, guitarrista] diria que no fim das contas o que queremos é ser respeitados como músicos. E eu não quero mudar a vida das pessoas com a música, eu só quero que as pessoas, depois que eu terminar, digam: ‘Ok, o Queen era uma banda que veio com boas músicas e as pessoas curtiram sua música e se divertiram’. Basicamente, é isso. E certamente não quero desistir agora.

Infelizmente, como muitos sabem, logo Freddie recebeu o diagnóstico de AIDS e essa encarnação da banda teve um fim precoce. Ainda assim, o grupo ainda lançou o excelente A Kind of Magic em 1986, além de The Miracle (1989), Innuendo (1991) e Made in Heaven (1995).

Veja essa entrevista com legendas logo abaixo!

Freddie Mercury e a grande motivação do Queen

 
Compartilhar