Roger Waters e ministro de Bolsonaro tocando Pink Floyd
 

Roger Waters, lendário músico do Pink Floyd, vai ter uma surpresa quando for checar suas redes sociais.

O baixista e vocalista está sendo marcado por diversos fãs brasileiros que estão indignados com o Ministro do Turismo de Bolsonaro, Gilson Machado, que aproveitou uma participação em programa da RedeTV! para tocar o clássico “Another Brick in the Wall, Pt. 2”, do disco The Wall.

A “denúncia” foi feita inicialmente pelo deputado federal Marcelo Freixo, que escreveu no Twitter com uma menção ao usuário de Roger:

Sr. Roger Waters, um ministro de Bolsonaro está ‘cantando’ Another Brick in the Wall na TV brasileira. Nos ajude não deixando sua música ser usada por essas pessoas: primeiramente porque estão destruindo o nosso país, segundamente porque ninguém merece ouvir esse terrível ‘cantor’.

De fato, a performance de Gilson não foi lá muito elogiada. No programa, o ministro até tentou contar uma história engraçada para explicar o motivo de tocar essa canção, mas não convenceu os internautas, ainda mais porque muita gente identificou diversas semelhanças entre a fala de Gilson e uma história de Pinto do Acordeon.

A grande maioria apontou para o fato de Machado não saber a letra da faixa, algo que gera uma situação quase cômica na visão de muitos — para estes, a música com um forte viés antifascista e de protesto não deveria ser apresentada por um membro do governo que, segundo os mesmos, flerta com o fascismo.

Você pode ver a publicação de Freixo logo a seguir.

Ministro do Turismo é “denunciado” a Roger Waters por tocar Pink Floyd