Bruce Dickinson do Iron Maiden em SP-23
Foto por Stephanie Hahne/TMDQA!
 

Bruce Dickinson, lendário vocalista do Iron Maiden, falou recentemente sobre as mudanças que sentiu em sua voz após passar por uma cirurgia de câncer.

Em entrevista ao Yahoo! (via UCR), o músico conversou sobre o próximo álbum da banda, Senjutsu, previsto para ser lançado nesta sexta-feira, 3 de Setembro, e relembrou que este foi seu primeiro trabalho gravado depois que passou por um tratamento para curar um tumor cancerígeno na parte de trás da língua.

Dickinson apontou que desde que teve o tumor removido em 2015 percebeu que, com o passar do tempo, sua voz ganhou “muito mais potência”. Ele explicou:

Eu tinha um [tumor] de três centímetros e meio – basicamente uma bola de golfe – vivendo na base da minha língua, bem na base. Então, aquilo ficou parado por eu realmente não sei quanto tempo até que ficou grande o suficiente para notar.

Mas eu fiz um álbum inteiro [‘The Book of Souls’, de 2015] com aquilo lá. E quando ele foi embora, acho que havia muito mais espaço para o som sair! Sem querer fazer disso um ponto muito grande, mas não há mais obstrução no caminho, sabe? Então, sim, com as notas altas eu fiquei tipo, ‘Uau! Uau!’. Há muito mais potência em algumas das notas altas, o que é interessante.

Em seguida, o frontman do Iron Maiden lembrou do início de sua recuperação após a cirurgia e explicou que a força vocal notada por ele não surgiu de forma imediata. Ele disse:

No início de maio [de 2015], comecei a tentar cantar e parecia absolutamente terrível. Eu parecia uma fera ferida. Então, esperei mais dois ou três meses. Eu estava vagando pela cozinha, esperando até que todos tivessem saído, e comecei a treinar um pouco a voz. Eu disse, ‘OK, vamos dar uma tentada no topo’.

O cantor conta que testou sua voz com uma das canções mais clássicas de sua banda, “Run to the Hills”, e a partir disso sentiu que ela havia retornado.

Bruce Dickinson, Iron Maiden e Senjutsu

Agora, Bruce Dickinson já demonstrou parte da sua potência vocal nos dois singles do disco Senjutsu, que foram disponibilizados nos últimos meses.

Ouça “The Writing on the Wall” e “Stratego”, primeiras músicas inéditas do Iron Maiden desde 2015.

 
Compartilhar