Halsey
Crédito: divulgação
 

Ele chegou! Depois de muita empolgação nas últimas semanas, o novo disco de Halsey, If I Can’t Have Love, I Want Power, está entre nós.

O trabalho se tornou assunto bastante comentado por conta da produção executiva da dupla vencedora do Oscar e do Grammy Trent Reznor e Atticus Ross. Os membros do Nine Inch Nails trabalharam nas treze faixas do álbum, o que pegou muita gente de surpresa.

Não bastassem os nomes já citados, o disco traz as participações de Dave Grohl na bateria em “honey”, de Lindsey Buckingham (Fleetwood Mac) no violão em “Darling”, do músico eletrônico Kevin “The Bug” Martin em “Bells in Santa Fe”, de Dave Sitek (TV on the Radio) na guitarra em “You asked for this”, de Pino Palladino no baixo em “Lilith”, Karriem Riggins na bateria em “Lilith” e de Meat Beat Manifesto em “Girl is a Gun”.

Com tanta gente competente envolvida, o resultado do álbum não poderia ser menos do que incrível. Junto com seu quarto trabalho de estúdio, a cantora e compositora liberou em seu canal oficial no YouTube a apresentação da música “I am not a woman, I’m a god”, um dos destaques do trabalho.

Halsey e If I Can’t Have Love, I Want Power

A faixa aparece no filme que tem o mesmo nome do disco e já está em cartaz em cinemas ao redor do mundo — inclusive no Brasil, com sessões no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Com estética que remete à Idade Média, a produção audiovisual dirigida por Colin Tilley e escrita pela própria Halsey dialoga com os conceitos do nascimento e da morte. As cenas também exploram a gravidez da artista, que deu à luz ao seu primeiro filho, Ender Ridley, no mês passado. Os ingressos do filme podem ser adquiridos aqui.

De acordo com a Billboard, Halsey descreveu seu novo disco como “um álbum conceitual sobre as alegrias e horrores da gravidez e da maternidade”.

Veja o trecho do filme e ouça If I Can’t Have Love, I Want Power a seguir!