Johnny Rotten, John Lydon
Foto: Wikimedia Commons
 

A disputa judicial entre membros do Sex Pistols chegou ao fim.

No último mês, o guitarrista Steve Jones e o baterista Paul Cook processaram o vocalista Johnny Rotten por se recusar a licenciar as músicas da lendária banda de Punk para a trilha sonora da nova série biográfica sobre o grupo dirigida por Danny Boyle (Trainspotting).

Em seus depoimentos, os músicos informaram que foi realizado um “acordo com os membros da banda” (BMA – band member agreement) em 1998, permitindo que as decisões de licenciamento fossem feitas pela maioria, como te explicamos aqui.

Já o vocalista continuou dizendo que as músicas não poderiam ser utilizadas sem seu consentimento e em seu depoimento declarou que “não entendia” o que era um BMA quando o assinou.

Porém, as justificativas de Rotten não foram suficientes para manter a Suprema Corte de Londres ao seu favor. De acordo com o The Guardian, ao saber que Johnny deveria estar ciente das determinações do BMA, o juiz Anthony Mann declarou:

O Sr. Lydon deve ter sido totalmente informado sobre a BMA e suas consequências. Do seu lado tinha um advogado inglês, um procurador dos Estados Unidos e seu empresário… é impossível acreditar que ele não soubesse qual era o seu efeito e rejeito a sugestão feita por ele de que ele realmente não sabia ou apreciava o seu efeito.

Essa prova foi um artifício conveniente. É muito provável que, mesmo que ele não tenha lido, isso lhe será explicado e ele terá compreendido seus efeitos. A probabilidade inerente disso é reforçada por suas próprias evidências sobre suas preocupações em proteger o legado dos Sex Pistols.

Um homem com essas preocupações, que eu reconheço que ele teve, esperaria ser levado a entender os documentos importantes que ele estava assinando. Ele não teria sido arrogante sobre isso.

Série do Sex Pistols

Ainda segundo o portal, Jones e Cook ficaram satisfeitos com a decisão do juiz. Em uma declaração conjunta, eles disseram:

Isso traz clareza à nossa tomada de decisão e mantém o acordo dos membros da banda sobre a tomada de decisão coletiva. Não tem sido uma experiência agradável, mas acreditamos que foi necessário para nos permitir seguir em frente e, esperamos, trabalhar juntos no futuro com melhores relações.

Pistol, a série dirigida por Danny Boyle, conta com seis episódios baseados nos relatos do livro Lonely Boy: Tales from a Sex Pistol (2016), de Steve Jones. Segundo Johnny, a obra fala sobre ele “de uma forma hostil e nada lisonjeira”.

Com a batalha judicial encerrada, a produção da série deve retornar e sua estreia está prevista para o próximo ano. Vamos aguardar novas informações.