James Hetfield (Metallica)
Foto: Jimmy Hubbard
 

Grande parte dos fãs do Metallica são apaixonados pelos trabalhos iniciais da banda. Seja através da crueza de Kill ’em All ou da complexidade das composições de Ride the Lightning, o grupo fez com que esse começo de trajetória se transformasse em algo lendário — mas não para James Hetfield.

O vocalista e guitarrista da banda revelou em uma entrevista com Marc Maron em seu podcast, no ano de 2017, que não é nem um pouco fã de como sua voz soa nesses trabalhos e foi além, dizendo — meio brincando, meio sério — que tem “nojo”. Questionado sobre ser capaz de ouvir as primeiras músicas do Metallica, Hetfield respondeu:

Eu tenho que [ouvir]. Está na rádio. [risos] Eu não os coloco para tocar em particular, mas se estamos ensaiando algo que não tocamos há muito tempo eu vou pegar para escutar. […] Nós somos fãs de hockey, do San Jose Sharks, e quando você vai no ‘Shark Tank’ [ginásio do time] para ver os Sharks jogar, ‘Seek and Destroy’ é a música que eles usam para entrar no ginásio.

E eu não consigo acreditar! Eu fico, ‘Você está brincando comigo? Isso é horrível! Isso soa terrível! Pegue uma versão remixada, vamos lá!’. [imita a voz do passado e ri] É como se fosse um garotinho, cara. [risos]

Bom… não dá pra negar que a voz de James realmente mudou bastante com os anos, né? Você pode conferir esse papo, que ainda vem com alguns trechos de vocais isolados para ilustrar as falas, pelo vídeo abaixo.

James Hetfield e os vocais do início do Metallica

 
Compartilhar