Lil Wayne em 2008
Foto de Lil Wayne via Shutterstock
 

Lil Wayne relembrou um momento bem sombrio de sua infância durante uma entrevista.

Em conversa com Emmanuel Acho, no projeto Uncomfortable Conversations, Wayne abriu o jogo sobre saúde mental e falou sobre sua tentativa de suicídio aos 12 anos de idade. Segundo ele, seu gatilho foi entender que a mãe não apoiava seu sonho de ser um rapper.

O músico declarou (via Rap-Up):

Eu estava disposto a morrer por isso.

Ele ainda continuou, dizendo que tudo aconteceu quando sua tia o informou que sua mãe descobriu suas músicas. “[Ela] disse tipo, ‘Ela descobriu. Garoto, você vai levar um cacete. O seu rap e toda essa merda, ela vai jogar tudo no lixo. Ela vai jogar essa merda fora'”, contou Lil Wayne.

E continuou:

Peguei o telefone, chamei a polícia. Sim, eu sabia onde ela havia colocado a arma e estava em seu quarto. E então entrei no quarto dela, peguei a arma. Fiz a ligação enquanto olhava no espelho. Apontei a arma e então parei. Porque fiquei um pouco assustado, esse era meu pensamento. Tipo, ‘não, não’. Mas então eu disse, ‘que se foda’.

Foi então que o clipe de “One More Chance”, do Notorious B.I.G., começou a tocar na TV. Apesar de dar um novo sentido ao rapper, ele ainda assim apertou o gatilho e acabou atirando no próprio peito.

Eu soube que tinha um problema de saúde mental quando puxei o gatilho. Não senti nenhuma dor, mirei no meu coração e não senti nada.

Wayne ainda conta que um policial chamado Bob salvou sua vida. Enquanto o resto da equipe queria buscar drogas pela casa, o oficial foi quem se importou em socorrer o músico.

Ele ainda completa:

A mãe que eu conhecia antes daquele dia… nunca mais encontrei, vi ou ouvi aquela senhora novamente em minha vida. Eu não morri naquele dia, mas alguém se foi. Porque o que ela decidiu fazer foi deixar [a minha] flor florescer.

Confira o vídeo abaixo!

Lil Wayne fala sobre tentativa de suicídio

 
Compartilhar