Quentin Tarantino brigando com entrevistador
Reprodução/YouTube
 

Ao participar de um episódio recente do podcast The Moment, Quentin Tarantino fez declarações bombásticas sobre sua família.

Conforme informou o The Independent, durante sua infância, o diretor não tinha o apoio de sua mãe, Connie Zastoupil, no sonho de se tornar um grande cineasta.

Após uma situação em que a enfermeira, hoje com 75 anos, se mostrou contrária aos objetivos do filho, o jovem Quentin jurou que jamais daria um centavo sequer para ela depois da fama.

Ele contou tudo isso na entrevista com Brian Koppelman, relembrando a ocasião em que sua mãe foi chamada na escola depois de seus professores o repreenderem por escrever roteiros no colégio quando tinha 12 anos. Na época, os docentes enxergaram aquilo como um “desafiador ato de rebeldia”, como ele explica:

Ela estava reclamando de mim nesse sentido… então no meio de seu pequeno discurso, ela disse, ‘olha, e a propósito, essa coisa de ‘carreira de escritor”, fazendo aspas com as mãos e tudo. ‘Sabe essa carreira de escritor que você está fazendo? Essa merda acabou’.

Quando ela me disse aquilo daquela maneira sarcástica, eu pensei, ‘Ok, senhora, quando eu me tornar um escritor de sucesso, você nunca verá um centavo disso. Não haverá casa para você. Não há férias para você, nem o Cadillac do Elvis para a mamãe. Você não terá nada. Porque você disse isso.

E não é que, de certa forma, ele realmente cumpriu a promessa? Questionado sobre isso, Quentin comentou:

Eu a ajudei com o imposto de renda. Mas não teve casa. Sem Cadillac, sem casa. Existem consequências para as suas palavras enquanto lida com seus filhos. Se lembre que há consequências para o seu tom sarcástico a respeito do que importa para eles.

Mãe de Quentin Tarantino responde

Com toda essa questão, a mãe do diretor resolveu emitir um curto comunicado ao jornal USA Today no qual ela fala sobre como é fácil que comentários feitos em podcasts sejam descontextualizados e reforçou sua posição de “não participar nessa loucura midiática lasciva e transacional”. Ainda assim, ela comentou (via IndieWire):

Com relação ao meu filho Quentin — eu o apoio, eu tenho orgulho dele e eu o amo e sua nova família que vem crescendo. Me trouxe muita alegria dançar em seu casamento e receber notícias dele quando do nascimento do meu neto Leo.

Padrasto de Quentin Tarantino o apoiou a fazer filmes

Apesar da falta de incentivo da própria mãe para sua carreira de cineasta, Tarantino pôde contar com o apoio do segundo marido de Connie, a quem ela conheceu quando se mudou com os filhos para Los Angeles.

O filme mais recente do renomado diretor foi Era uma Vez em… Hollywood, de 2019. Nos últimos meses, Quentin cogitou refilmar Cães de Aluguel (1992) e tem comentado bastante sobre se aposentar.

LEIA TAMBÉM: Quentin Tarantino quer transformar filme clássico em livro e dá dicas de leitura

 
Compartilhar