Coachella 2018
Foto do Coachella via Shutterstock
 

A produtora AEG, responsável pelo Coachella e tantos outros eventos na área do entretenimento, anunciou que a partir de 1º de Outubro todos os festivais ou apresentações que estiverem ligados a sua marca só aceitarão a entrada de pessoas totalmente vacinadas contra a COVID.

Em postagem feita na quinta-feira (12) no Instagram, a produtora escreveu:

Para que o show possa continuar, nós atualizamos nossa política de vacinação para garantir a segurança dos fãs, artistas e trabalhadores de eventos ao vivo.

No entanto, além de passar um link de acesso, a foto compartilhada na rede social também deixa claro que qualquer interessado terá como alternativa a apresentação de um teste PCR negativo emitido em até 72 horas antes do evento em questão, desde que o responsável pelo show específico acredite que essa medida seja suficiente.

Não é a situação, por exemplo, que temos com grupos como o The Killers, que vai exigir tanto a vacinação quanto o teste negativo para que seus fãs possam ir a um show que acontecerá em Nova York. A tendência, pelo que temos visto, é que cada vez mais a condição de entrada se limite à vacinação.

Em comunicado, Jay Marciano, CEO da AEG, falou sobre a decisão:

Nós chegamos, à conclusão de que, como um líder no mercado, dependia apenas de nós tomarmos a dianteira quanto ao status da vacinação. Apenas algumas semanas atrás, nós estávamos otimistas sobre onde nosso negócio, e país, estava sendo direcionado.

A variante Delta, combinada com a hesitação a respeito da vacina, está nos puxando na direção errada novamente. Nós percebemos que algumas pessoas podem enxergar isso como um passo dramático, mas é o certo. Nós também estamos cientes de que pode haver certa resistência inicial, mas eu estou confiante e esperançoso que, no final do dia, nós estaremos do lado certo da história e fazendo o que é melhor para os artistas, fãs e trabalhadores de eventos ao vivo. Nossa esperança é que nossa iniciativa encoraje as pessoas a fazer o certo e se vacinar. Eu acho que todos podem concordar que não queremos que os shows deixem de acontecer novamente, e esse é o melhor jeito de prevenir isso.

Na semana passada, a Live Nation, outra gigante da área, também anunciou que permitirá que seus artistas exijam provas de vacinação ou testes PCR negativos para que possam se apresentar em eventos da produtora.

E é assim que tem quer ser, né?

LEIA TAMBÉM: Bonnaroo: não vacinados terão que usar máscaras o tempo todo no festival

AEG, produtora do Coachella, vai exigir vacinação

 

View this post on Instagram

 

A post shared by AEG Presents (@aegpresents)

 
Compartilhar