Sublime
Foto: Divulgação
 

O Sublime passou por um baque ainda maior pouco após a morte de seu vocalista Bradley Nowell, há mais de 25 anos.

O baterista da banda, Bud Gaugh, revelou em uma entrevista recente (via Ultimate Classic Rock) que a gravadora do grupo à época pediu “quase imediatamente” que eles contratassem um novo frontman. Segundo Gaugh, fazia apenas duas semanas de seu falecimento.

Eles queriam marcar entrevistas e testes para o novo vocalista do Sublime. [Disseram,] ‘O show deve continuar. Vocês estão voltando para a turnê. Juro por Deus, daqui a duas semanas vocês estarão tocando em estádios. Encontre alguém bom.’

O baterista revelou que ele e Eric Wilson, baixista do trio, recusaram a ideia e madaram os executivos “à merda”:

O Sublime éramos nós três juntos. E era nossa família. E nós apenas dissemos a eles que não poderíamos [substituir Bradley].

Sublime

Ainda sem um vocalista, a banda ainda decidiu lançar seu disco de estreia, já pronto, em 1996. O baterista ainda revelou que o lançamento quase não aconteceu por bloqueios criativos do grupo após a morte do amigo.

Vale lembrar que décadas depois, em 2009, os dois se uniram a Rome Ramirez para fundar o Sublime with Rome e continuar com o legado do grupo.

 
Compartilhar