Brian May (Queen) critica anti-vacinas, incluindo Eric Clapton, e diz:
Foto: Shutterstock | Reprodução / YouTube
 

A indústria da música foi um dos setores mais afetados durante a pandemia e, com a retomada dos shows em alguns lugares, muitos artistas estão se pronunciando sobre a importância das vacinas contra a COVID-19.

Apesar das vacinações terem avançado em diversos países, ainda existe uma grande preocupação com as pessoas que ainda não se imunizaram por escolha própria e também com a disseminação da variante delta do vírus.

Em uma entrevista ao jornal The Independent (via CoS), Brian May, lendário guitarrista do Queen, criticou aqueles que são anti-vacina, incluindo seu colega de profissão Eric Clapton.

Como você já deve saber, Clapton compartilhou diversas opiniões negacionistas ao longo do último ano. Além de participar de uma série de canções anti-lockdown em parceria com Van Morrison, o guitarrista detonou a vacina contra a COVID-19, após ter sofrido reações “desastrosas”, como ele definiu.

Ele ainda disse em uma entrevista que estava sendo ignorado por seus amigos músicos e recentemente declarou que não iria realizar shows em locais que exigissem comprovantes de vacinação do público.

Brian May, Eric Clapton e Vacina

Mesmo informando que sempre irá respeitar Clapton, Brian May deixou claro na entrevista que suas opiniões divergem das colocações do guitarrista. Ele disse:

Eu amo Eric Clapton, ele é meu herói, mas ele tem pontos de vista muito diferentes do meu em vários aspectos. Ele é uma pessoa que acha que não tem problema atirar em animais para se divertir, então temos nossas divergências, mas eu nunca deixaria de respeitá-lo.

Em seguida, o integrante do Queen foi mais direto e deixou um recado para os anti-vacinas, declarando:

Pessoas anti-vacina, sinto muito, acho que eles são loucos. Há muitas evidências que mostram que a vacinação ajuda. Em geral, elas têm sido muito seguras. Sempre haverá algum efeito colateral em qualquer medicamento que você tome, mas sair por aí dizendo que as vacinas são um complô para matá-lo, desculpa, isso é loucura para mim.

May passa a integrar a lista de artistas que estão se posicionando sobre a importância da vacinação.

Na última semana, Jennifer Aniston revelou que cortou relações com pessoas que se recusaram a tomar a vacina e recentemente Corey Taylor, vocalista do Slipknot, detonou aqueles que estão optando por não se vacinar.

Por fim, mas não menos importante, o icônico Paul McCartney compartilhou no início deste mês uma foto se vacinando e incentivou seus fãs a irem se imunizar.