Matuê fala sobre créditos de produtores em live
Foto: Reprodução / Instagram
 

Um dos mais populares nomes da cena do trap nacional, Matuê gosta de causar na internet e resolveu fazê-lo novamente.

Em 2020, para divulgar seu mais recente álbum, Máquina do Tempo, ele sentou na cobertura de um prédio que exibia um grafite gigante em alusão ao disco.

A divulgação ousada parece ter dado certo e o trabalho teve a melhor semana de estreia de um álbum na história do Spotify no Brasil, emplacando todas suas sete faixas entre as 15 mais tocadas no país na plataforma no dia do lançamento, 10 de Setembro.

Dessa vez, passado o feito inédito, o rapper cearense foi muito mais longe no conceito de marketing. Após aparecer no stories de sua conta oficial no Instagram retirando seu próprio sangue para então colocá-lo em pingentes de colares, Matuê colocou as peças à disposição dos fãs.

Mas, para isso, você precisa prometer sua alma ao artista. Bizarro? Bastante. No site de sua loja oficial, os fãs podem conferir a oferta do colar — que não está à venda por dinheiro, bastando apenas que você permita que Matuê possua sua alma.

“Cessão de alma” para ganhar colar de Matuê

A gente cogitou vender a nossa e quando o usuário clica em “Trocar sua alma”, é aberta uma tela em que a pessoa é obrigada a assinar um termo chamado “cessão de alma”. Ele diz:

Declaro possuir disponibilidade ilimitada, a partir do momento do cadastro, para que um agente faça a coleta de minha ALMA em qualquer local e a qualquer tempo, a critério exclusivo da Organização. A coleta da ALMA não precisará de aviso prévio e não poderá ser cancelada ou reagendada.

Durante o processo, ainda é necessário fornecer seus dados pessoais, como nome completo, telefone e endereço. Finalize o cadastro clicando aqui, se for capaz! Veja a seguir o colar de sangue de Matuê colocado “à venda” em edição limitada.

LEIA TAMBÉM: Matuê detona Nando Moura após YouTuber levantar bandeira contra a maconha