Patricia Kennealy-Morrison
Crédito: reprodução
 

A jornalista e escritora Patricia Kennealy-Morrison — antiga companheira de Jim Morrison, líder do The Doors — faleceu no dia 23 de Julho aos 75 anos.

O jornal The Los Angeles Times (via Rolling Stone) informou que ela foi encontrada morta em seu apartamento, em Nova York, e a causa da morte foi confirmada como complicações em função de uma doença cardíaca.

“A todos vocês que têm apoiado nossa querida Lizard Queen, gostaríamos que vocês soubessem que ela [Patricia] faleceu nesta manhã,” comunicou a editora Lizard Queen Press através de sua página no Facebook na época.

“Nós todos estamos nos recuperando da notícia. Nós sentiremos muita, muita saudade da nossa amiga. Ela tinha uma linda alma, uma escritora talentosa, e uma amorosa e maravilhosa amiga”, completou a empresa fundada por Patricia e que publicava suas obras.

Patricia Kennealy-Morrison foi uma das primeiras jornalistas musicais a cobrir Rock escrevendo para fanzines. Ela também foi editora-chefe da revista Jazz & Pop nos anos 1960.

Entrevista rendeu romance com Jim Morrison

Foi durante este período que ela conheceu Jim Morrison por causa de uma entrevista. Eles então engataram em um romance e chegaram a celebrar a união em uma cerimônia de inspiração celta, inclusive retratada na cinebiografia de Oliver Stone, The Doors – O Filme (1991).

Na produção, Patricia, além de contribuir como consultora, apareceu em cena como uma sacerdotisa da celebração entre Jim Morrison (Val Kilmer) e sua própria personagem, vivida por Kathleen Quinlan.

Arrependimento por ter participado de The Doors – O Filme

No entanto, a escritora condenou o longa e seu diretor. “Se Oliver estivesse em cena, nós nunca precisaríamos nos preocupar com seu próximo filme [JFK], eu o teria matado,” disse Patricia em uma entrevista de 1992, de acordo com o New York Times.

A partir de seu desapontamento com The Doors, ela escreveu o livro de memórias Strange Days: My Life With and Without Jim Morrison para contar sua própria versão sobre tudo o que aconteceu.

Patricia também chegou a lançar em 2013 uma biografia sobre sua careira como jornalista musical, intitulada Rock Chick: A Girl and Her Music.

Que descanse em paz!

LEIA TAMBÉM: The Doors: Jim Morrison terá “outros lados” expostos em novo documentário