Scarlett Johansson em Viúva Negra
Divulgação/Marvel
 

O clima não está muito bom entre Scarlett Johansson e a Disney.

A atriz, que encerrou sua jornada no universo cinematográfico da Marvel com o filme solo da Viúva Negra, lançado neste mês, não concordou com a distribuição do longa pela plataforma de streaming Disney+ e agora está processando a empresa.

Isso porque, de acordo com Scarlett, o lançamento simultâneo no streaming não estava previsto em seu contrato com o estúdio. O combinado entre as duas partes foi de que Johansson receberia uma porcentagem da bilheteria, que acabou sendo afetada pela decisão tomada pela Disney.

O documento divulgado pela imprensa internacional (via G1) diz que, segundo Scarlett, o estúdio quis beneficiar a si próprio com as vendas pela plataforma. Atualmente, Viúva Negra já lucra quase US$320 milhões ao redor do mundo. Só no Disney+ foram U$60 milhões.

Disney rebate Scarlett Johansson

Através de um porta-voz, a Disney se pronunciou dizendo que “não há mérito no processo” da atriz, a acusando ainda de “desrespeito cruel pelos efeitos globais da pandemia” e alegando ter “cumprido totalmente” o contrato com Johansson, uma vez que a liberação pelo Disney+ garantiu uma compensação adicional a Scarlett.

Para além do montante adicional do futuro, a empresa garante que ela já recebeu um total de US$20 milhões pela obra — mais de R$100 milhões.

LEIA TAMBÉM: Loki é renovado pela Marvel para segunda temporada no Disney+