TikTok
Foto via Pixabay
 

O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) e o TikTok acabam de firmar um acordo para o pagamento de direitos autorais sobre músicas tocadas na plataforma.

De acordo com o G1, o contrato também garante o pagamento retroativo, mas a porcentagem estabelecida neste acordo não foi divulgada — a associação apenas informou que cada contrato tem “condições próprias”.

A média praticada atualmente é de 12% das receitas de cada plataforma, que é destinada aos direitos autorais. Deste total, 3% fica com o Ecad e é distribuído aos profissionais da música representados pela instituição e 9% é repassado a compositores e editoras musicais.

TikTok e a música

A plataforma tem catapultado uma série de artistas ao estrelato, além de viralizar faixas de artistas mais consolidados a todo momento. Recentemente, vimos até um funk proibidão cair no gosto dos russos, que usavam a música em diversos vídeos.

Neste ano, o streaming apresentou um aumento significativo de faturamento e de pagamento de direitos autorais, retomando a queda de 15% do ano passado.

LEIA TAMBÉM: Ozzy Osbourne conta o que comprou com seu primeiro cheque de direitos autorais

 
Compartilhar