Andreas Kisser com o Sepultura no Rock In Rio 2019
Foto por Marta Ayora / TMDQA!
 

Hoje Andreas Kisser é um dos guitarristas mais conhecidos do mundo, mas é claro que ele também teve que começar do zero como todos nós.

Em entrevista às redes da Jackson Guitars, marca de instrumentos americana, Kisser falou sobre seu início na música e como foi introduzido à guitarra. Segundo o músico do Sepultura, sua família sempre foi muito musical.

Ele contou:

Ouvindo álbuns é como realmente treinei meu ouvido. Estudei violão e música brasileira, teoria e outras coisas, mas [evoluí mais] com música pesada e Rock and Roll, ouvindo os discos, vinil e fitas cassete, e realmente tentando aprender as músicas.

Depois, ele ainda revelou que “Grinder”, faixa do disco British Steel (1980), do Judas Priest, foi a primeira que conseguiu tirar no instrumento. Segundo Andreas, o álbum todo é como “uma escola”, já que tem faixas mais fáceis de tocar.

Foi assim que ele conseguiu fazer a transição da música popular brasileira, que ele vinha aprendendo, para o Rock, que ele realmente tinha vontade de tocar. Aliás, o cara mostra que ainda lembra bem desse período e toca um trechinho da canção. Assista abaixo!

LEIA TAMBÉM: Sepultura lança nova versão de “Apes of God” com participação de Rob Cavestany (Death Angel)

Andreas Kisser e o Judas Priest

 

View this post on Instagram

 

A post shared by SEPULTURA (@sepultura)

 
Compartilhar