Crédito: Mayra Merlyn
 

O rapper Apollo liberou no YouTube o clipe da música “Scar”. O vídeo foi dirigido pelo da20studio e mostra o artista ao lado da modelo Izabela Pichinini.

Na letra, Apollo busca representar as cicatrizes na alma que lhe marcaram mas que já não o incomodam mais.

“Nesse som eu quis trazer algo com uma vibe mais marcante que ao mesmo tempo tem algo pra passar na letra, e o nome ‘scar’, representa as cicatrizes que ainda marcam mas não incomodam por significar fases que já foram. Mas passando tudo isso de uma forma mais leve no som,” comenta ele, que anteriormente havia lançado o single “Apenas 18”.

Léo Soma

Crédito: reprodução

O cantor e compositor carioca Léo Soma, em parceria com os produtores porto-riquenhos Mola Mola e NBEATZ, lançou o EP Funketón Vol. 1.

O compacto apresenta quatro faixas que flertam com o funk e o reggaeton. Uma das músicas, “Fiel à Pista”, ganhou clipe recentemente.

Tunna

foto: divulgação

O duo Tunna, formado pela cantora Anna Crô e pelo baterista e produtor Arthur Kunz, divulgou o clipe da faixa “Transe Psicodélico”, que integra o disco Avenida Elétrica, lançado em Janeiro deste ano.

O vídeo, dirigido por Júlia Rodrigues, explora o desejo feminino através da coreografia executada pela dançarina Pâmela Amy e baseada na dança contemporânea.

Anna fala sobre o fato de ter no registro audiovisual duas mulheres bissexuais e a importância disso: “Quando a gente pensou inicialmente na luz e em quem ia participar do clipe, isso ficou bem evidente. Por que não? As duas mulheres que participam do clipe são bissexuais. E se essa referência ajudar alguém a entender melhor a própria sexualidade, será show”.

“Eu me entendi como bissexual não tem nem dez anos e se tivesse tido mais referências quando mais nova, certeza que teria evitado muito sofrimento psicológico. Como produtora de um produto cultural e bissexual, sinceramente acho que não fiz mais do que minha obrigação,” completa a artista.

“Transe Psicodélico” integra o disco Avenida Elétrica, lançado pelo Tunna em Janeiro deste ano.

 
Compartilhar