Living Colour
Foto por Travis Shinn
 

Em entrevista ao Lipps Service With Scott Lipps, o guitarrista do Living Colour, Vernon Reid, foi perguntado se a banda tem trabalhado em novas composições para o sucessor de Shade (2017).

Em resposta, o músico confirmou a produção do novo álbum e ainda falou sobre os possíveis temas que seriam apresentados nas canções, deixando claro que o grupo irá voltar a tocar em um assunto muito pertinente nos dias atuais — a luta antirracista (via Blabbermouth):

Corey [Glover, vocalista do Living Colour] e eu começamos a trabalhar em uma canção. Vamos ver no que vai dar. Nós estamos processando o que exatamente esse período… Porque muita gente, a reação imediata deles, muitos [músicos] estão [escrevendo músicas sobre] coisas do tipo do George Floyd. Nós estamos realmente procurando absorver isso, porque eu não quero só fazer um ‘gancho’ com o George Floyd. Essa situação foi tão traumatizante, e nós queremos pensar que o mundo mudou. E o mundo recebe traumas de vez em quando. O assassinato de Martin Luther King foi traumatizante. E eventualmente você recebe algo como ‘Pride (In the Name of Love’ [do U2]; é uma bela canção. Mas a questão por trás e o problema por trás parecem nunca desaparecer. E é esse não-desaparecimento que é o que eu gostaria de falar sobre.

Há algo nesse recital repetitivo de nomes, esse constante recital de nomes [de vítimas da injustiça racial]. Quem será o próximo nome é o que me preocupa, em oposição a ficar preso a uma vítima em particular. Mesmo que o que aconteceu com George Floyd tenha sido particularmente péssimo, há uma outra parte do fenômeno que é onde estão as Breonnas [Taylor] e os Ahmauds [Arbery] — e os nomes continuam. Recentemente, teve uma vítima; seu nome é Winston Smith. E me atinge muito forte, porque Winston Smith é [também o nome de] um protagonista de ‘1984’, de George Orwell. E são essas coisas que são o que o Living Colour vai [procurar]; esses são os tipos de lugares que vamos explorar.

Necessário, né?

Living Colour

Em Junho de 2020, o Living Colour divulgou um clipe para o clássico “This Is The Life” incluindo filmagens de protestos pacíficos contra o assassinato covarde de George Floyd realizados nos Estados Unidos e também ao redor do globo. “This Is The Life” apareceu originalmente no disco de 1990 Time’s Up.

Vale lembrar que, antes do cancelamento do festival, a banda tinha presença confirmada no Rock in Rio 2021. Que consiga vir em breve com suas novas músicas!

LEIA TAMBÉM: Living Colour e a vitória sobre o racismo escancarado no Rock and Roll

 
Compartilhar