Nirvana
Foto: Wikimedia Commons
 

Talvez você nem se lembre dessa informação, mas Dave Grohl nem sempre foi o baterista do Nirvana.

Antes de sua entrada na banda, as baquetas eram comandadas por Chad Channing, que deixou o grupo em 1990. Em uma nova entrevista com a Uncut (via UCR), o baixista Krist Novoselic relembrou como a transição foi extremamente fácil:

A coisa fluiu, ficou soando bem, foi imediato. Tudo só se encaixou; não houve qualquer estranheza. O Dave é um músico tão bom, ele realmente se elevou para a ocasião — ou nós nos elevamos pra ele, qualquer que tenha sido o caso. Só pareceu natural e era fácil ficar perto do dave. Eu acho que ele morou com o Kurt. Foi preciso muita coragem pra isso, ir para um apartamento com ele!

Novoselic também comentou que, ainda que Dave tenha aprendido as faixas de Bleach, as sessões de Nevermind já estavam rolando e a banda estava se levando bastante a sério:

A gente tinha algumas músicas. Algumas a gente fazia na hora, outras o Kurt já tinha as ideias. Nós levávamos os ensaios muito a sério. Nós tínhamos esse celeiro em Tacoma [no estado de Washington] que alugamos. Alguém tinha tentado transformá-lo em um estúdio e não tinha chegado muito longe, mas era um lugar decente para ensaiar. Nós fomos lá e nós levamos a sério o trabalho nas músicas.

Bom, todos sabemos qual foi o resultado disso, né?

LEIA TAMBÉM: Exclusivo: Butch Vig reflete sobre semelhanças entre obras primas de Nirvana e Foo Fighters