Dave Grohl, Foo Fighters
Dave Grohl, do Foo Fighters, durante passagem pelo Brasil em 2018. Foto: Stephanie Hahne
 

Dias atrás, o Foo Fighters fez o que provavelmente pode ser considerado o maior show desde o início da pandemia de COVID-19 ao tocar para mais de 15 mil pessoas no Madison Square Garden, em Nova York.

Para que o show pudesse acontecer, todas as pessoas da plateia precisaram confirmar com mais de 15 dias de antecedência que já haviam sido completamente vacinadas. Como mencionamos por aqui, o show contou com a participação do comediante Dave Chapelle e o lucro total da apresentação ultrapassou a marca de 7 milhões de reais.

Agora, a icônica performance virou alvo de um mini-documentário organizado pelo próprio Madison Square Garden. Reunindo relatos de funcionários, fãs e membros da equipe, o vídeo de quase dez minutos detalha um pouco mais como foram os bastidores do primeiro show do local em 466 (!) dias.

Intitulado “The Day The Music Came Back” — “O Dia Em Que a Música Voltou” —, o vídeo está disponível no YouTube e você pode assistir ao resultado na íntegra logo abaixo.

25 anos do Foo Fighters e disco de Covers do Bee Gees

Antes da pandemia, o Foo Fighters estava se preparando para entrar na estrada e comemorar seus 25 anos de carreira. A celebração precisou ser adiada, e nesse meio tempo a banda lançou um novo álbum de estúdio — Medicine at Midnight.

Desde então, a banda já confirmou uma série de shows ao redor dos Estados Unidos para os próximos meses, incluindo uma passagem pelo Lollapalooza em Chicago, que acontecerá em Agosto. Além disso, o grupo anunciou que irá lançar um disco de covers do Bee Gees chamado Hail Satin sob o “novo nome” de Dee Gees.

 
FonteLoudwire
Compartilhar