Billie Joe Armstrong, do Green Day
Foto: Wikimedia Commons
 

Perguntar a um artista sobre o nome de sua banda costuma ser uma receita para o climão, mas Bill Maher encontrou uma ótima forma de questionar Billie Joe Armstrong sobre a origem do Green Day.

Isso porque ele mencionou os vários rumores de que se trata de uma referência à maconha, deixando no ar para que Billie respondesse se era apenas uma lenda urbana ou não. O músico nem pestanejou:

Ah, é absolutamente sobre maconha. [risos] Digo, acho que… nós estávamos tentando ser tipo o ‘Cheech and Chong’ do Punk Rock, por um tempo. Era tipo, sabe… alguns de nós ainda são o ‘Cheech and Chong’ do Punk Rock. [risos]

O entrevistador, então, brinca que a banda deveria colocar um agradecimento à maconha por “fazer a música melhor desde 1963” em seus discos. Ele continua dizendo que deve várias de suas boas ideias à droga, e brinca que não quer deixar “os hippies muito empolgados”. Apesar de estar se divertindo, Billie Joe faz questão de pontuar:

Eu não acho que a marijuana já tenha sido uma droga exclusivamente hippie ou coisa do tipo! [Apresentador: ‘Sim, os policiais também fumam’] Sim, mas digo, uma das coisas mais difíceis sobre parar de fumar marijuana, tipo… quando eu tive filhos, tinham essas pessoinhas que pareciam comigo ao meu redor, então ficar chapado era tipo [age como se estivesse confuso e ri].

Mas há sempre novos métodos de ficar fumando o tempo todo, tipo, ‘Ei, tente um ‘gravity bong’ ou, sabe, ‘Tente essa coisa com um motor’, e eu fico tipo, ‘Bom, eu ainda não tentei isso, então…’. [risos]

Como muitos de nós devem ter pensado, o apresentador fala que quer “sair mais” com Billie Joe e se mostra confuso com o que é um “gravity bong”. Caso você também não saiba, o músico explica, mas aí é melhor você assistir ao vídeo abaixo — com legendas em português — para entender direito!

Billie Joe Armstrong falando sobre maconha e o nome Green Day