Traffic Jam
Divulgação
 

Por Marllon Eduardo Gauche

Refinado em sua essência, o Deep House é um subgênero da House Music originada na década de 1980, inicialmente fundindo elementos da Chicago House com o Jazz e o Funk com um toque de Soul Music. Considerado o filho introvertido da House Music, por suas melodias complexas em sua maioria composta por tonalidades menores das escalas, o Deep House conecta atmosferas mais profundas a elementos sublimes, que derivam de nuances do Ambient Music, Soul e Lounge.

A presença do vocal não é uma regra, mas quando existem entregam a influência do Soul se misturando às melodias dissonantes com uso frequente de reverberação, delay e efeitos de filtros em geral, resultando em um comportamento suave e elegante. As músicas de Deep House raramente atingem um clímax, mas persistem como um som confortável e relaxante, com transições sutis e andamento que podem transitar do 110 ao 132 BPM.

Graças aos trabalhos de mestres do estilo, como o pioneiro Larry Heard, além de Kerry Chandler, Moodyman, o Deep propagou-se através das pistas de todo o mundo, atingindo o auge da sua popularidade em meados de 2010, permanecendo em constante reinvenção até os dias de hoje.

Para reviver um pouco da história desse estilo tão marcante, demos o desafio a um exímio digger, Traffic Jam, de selecionar 10 grandes clássicos atemporais do Deep House. O DJ já teve a oportunidade de tocar em algumas das principais pistas do país como Warung, Beehive, D-Edge, Club Vibe, Levels e Colours, além de apresentações no renomado Amsterdam Dance Event e em cidades como Londres e Barcelona, o que o tornou um artista respeitado no cenário artístico por sua habilidade e seleção musical apurada que surpreende e intriga.

Continua após o vídeo

A lista selecionada por ele conta, então, com nomes icônicos como Mr. Fingers Mood II Swing e garantimos que, se você é um clubber da “velha guarda”, com certeza vai conhecer algumas delas e bater aquele sentimento de nostalgia. Confira abaixo!

Traffic Jam seleciona clássicos atemporais do Deep House

Maya Jane Coles – “What They Say”

“Lançada no final de 2010, essa track foi um marco pessoal para mim. Foi onde conheci a Maya e onde estabeleci parâmetros de qualidade, produção, timbragem e, claro, de Deep House.”

Pawas, Matthias Keul – “Piano Rain”

“Vi essa track sendo tocada no Warung em 2009, um dos pianos mais bonitos que já ouvi em uma faixa.”

Mr. Fingers – “Closer”

“Com apenas 2 anos a mais que eu, lançada em 92, ‘Closer’ é um belo exemplo do que é ser atemporal. Também, não podia ser por menos: Mr. Fingers é Larry Heard, pioneiro do Deep House.”

Steffi – “Yours” feat. Virginia

“Outra que marcou época para mim, lançada há 10 anos. “Yours”, da Steffi, com vocal por Virginia. Linda composição, arranjo, mix. Tudo!”

Chez Damier – Untitled (Side A)

“Para comentar de clássicos atemporais, não tem como deixar de citar alguns nomes, entre eles Chez Damier. Lançado em 1993, sem nome, um disco com 3 faixas, apenas diferenciado pelo lado A1, B1 e B2. Cru e objetivo.”

Chez N Trent – Morning Factory

“Parceria entre Chez Damier e Ron Trent não poderia ter um resultado diferente, reforçando o que seria para o sempre o Deep House.”

Abacus – “Come On”

“Excelente exemplo de Deep House, para ouvir apreciando do começo ao fim. Sem pôr nem tirar nada, tudo no seu devido lugar.”

Metro Area – “Caught Up”

“Selecionar apenas 10 faixas vai me deixar numa saia justa por não citar tantos outros nomes. Porém, Metro Area não poderia faltar, clássico lançado em 2001.”

Mood II Swing – “Move Me”

“Prestando atenção nesses clássicos, como essa de 1995, dá para ver como a influência segue forte hoje em dia, timbres de acordes e também muitos samples de músicas dessa época se fazem presentes.”

Blaze – “Lovelee Dae”

“Para finalizar, um clássico que virou hit, dificilmente você não escutou. Composição incrível, vocal marcante e tocante. É tão boa que entrou na categoria das tracks que foram tocadas até demais, por todo mundo. Mas segue sem enjoar.”

Acompanhe Traffic Jam pelas redes abaixo:

Instagram | Soundcloud | YouTube

 
Compartilhar