Crédito: Enzo Correia
 

O projeto solo sozinho no sótão, do músico Thiago Neves, lançou nas plataformas digitais o EP de estreia Ela Disse Que Não Era Mais Feliz.

O compacto apresenta quatro faixas que passeiam por vertentes do rock e do metal, da PC music e do trap, do pop e do experimental, com letras focadas na representação do caos e da vida contemporânea e o afeto na pós-modernidade.

Recentemente, o sozinho no sótão divulgou o clipe da música “QUERO FESTA”, que integra o EP.

Kimani

foto: Sérgio Silva

A cantora e compositora Kimani disponibilizou o clipe da faixa “Ora lê”, que estará no EP Fé Refeita, com previsão de lançamento para Setembro deste ano.

O vídeo foi dirigido por Johnny Bolzan e mostra cenas gravadas em uma zona de preservação ambiental no interior de São Paulo, em Itupeva.

Entre cachoeiras, estrada, árvores e mata, as imagens são carregadas de simbolismo para refletir sobre missão, existência, espiritualidade, ancestralidade e tudo aquilo que a artista sente e vê.

“Você pode ser militante, da luta, do fronte e, ainda assim, ter fé, entender que se é parte do universo e a importância de cultuar os povos que nos amparam e protegem… Sentindo que se é um instrumento do povo que você descende e você tem uma missão para com ele e consigo também,” explica Kimani.

“Esse trabalho é o apelo de uma mulher que enxerga suas vulnerabilidades, suas dores, todo o contexto de perdas, instabilidade e desamparo que nosso país tem vivido. Então, se eu puder fazer uma música que traga o mínimo de conforto e esperança para os nossos, eu vou fazer. Ora Iê é minha oração em tempos de seca,” completa ela, que ainda prepara um documentário sobre o novo trabalho.

HOZE

foto: divulgação

A paulista HOZE liberou no Youtube o clipe da música “(De)compondo”, terceiro single lançado pelo grupo na carreira.

O vídeo, gravado no Jockey Clube de Campinas, é ambientado em 1964, como se a banda estivesse participando de um programa de TV daquela época. As cenas também fazem referência à comédia Se Beber Não Case, de 2009.

Anteriormente, o quarteto havia liberado as faixas “Sete” e “Fluxo”. “Estamos lançando essas músicas para, quando a realização de shows for permitida novamente, ver todo mundo dançando e se divertindo com a gente,” afirma Dan Penido.