Allison Mack
 

Allison Mack, atriz que ganhou fama como Chloe Sullivan no icônico seriado Smallville, foi sentenciada nesta quarta-feira (30) a três anos de prisão e ainda deverá pagar uma multa de 20 mil dólares por seu envolvimento com o culto NXIVM.

Comandado por Keith Raniere — que foi condenado a 120 anos de cadeia e pagará uma multa milionária —, o culto era apresentado como uma comunidade de autoajuda mas, na verdade, tratava-se de uma organização de marketing multi-nível que ficou conhecida por transformar as mulheres que participavam em escravas sexuais.

Mack era uma das “mestras” do NXIVM, recrutando diversas vítimas e, de acordo com a Rolling Stone dos EUA, chegou a ser descrita como “um demônio de mulher” e “um dos maiores monstros malvados que já conheci” pela ex-membro Jessica Joan.

Em seu depoimento ao tribunal, a atriz mostrou arrependimento por suas ações como uma espécie de “vice” de Raniere:

Eu estou aqui à frente de vocês hoje cheia de remorso e culpa. [Meu comportamento foi] abusivo, abominável e ilegal. […] Eu renuncio Keith Raniere e todos os seus ensinamentos.

Allison também agradeceu à família pelo apoio e inclusive às vítimas pela “coragem” de falar sobre os problemas do culto. Ela pediu clemência por meio de seus advogados, alegando que teria de fato se afastado da influência de Keith e de suas “mentiras e manipulações” e estaria cursando uma faculdade e trabalhando para criar uma nova vida.

Um fator decisivo para a condenação bem menor de Mack em relação ao líder é o fato dela ter testemunhado contra Raniere, inclusive apresentando provas conclusivas como uma fita de áudio na qual ele descrevia, em detalhes, o processo de “marcar” as “escravas” com as iniciais de ambos como forma de garantir a lealdade ao culto.

Antes até de ir ao julgamento, Mack também enviou uma carta ao tribunal na qual justificava realmente ter acreditado cegamente na palavra do líder da comunidade:

Eu me joguei nos ensinamentos de Keith Raniere com tudo que eu tinha. Eu acreditava, com todo meu coração, que sua mentoria me levava para uma versão melhor, mais iluminada de mim mesma. Eu dediquei minha lealdade, meus recursos e, no fim das contas, minha vida a ele. Esse foi o maior erro e arrependimento da minha vida.

Desde 2019, Mack já havia se declarado culpada por coagir duas mulheres a realizarem serviços através de ameaças. Para entrar na seita, era preciso entregar segredos pessoais e fotos/vídeos íntimos, justamente na tentativa de evitar que essas pessoas deixassem o culto.

Allison Mack

Allison Mack participou de 204 episódios da série Smallville, que esteve no ar entre 2001 e 2011. Seu último trabalho na televisão foi no episódio “Reunion”, da série The Following, exibido em 2015.

 
Compartilhar