Van Halen e Sammy Hagar
Foto: Twitter
 

Ex-vocalista do Van Halen entre 1985 e 1996, Sammy Hagar pediu desculpas por expor o “lado sombrio” do saudoso Eddie Van Halen em sua autobiografia Red: My Uncensored Life in Rock, lançada em 2011.

Durante sua participação no programa brasileiro Por Dentro com Paulo Baron e Regis Tadeu, o músico revelou que sente muito por não ter incluído em seu livro momentos positivos vividos ao lado de Eddie e lamentou o conteúdo apresentado. Ele disse (via CoS):

Mas, mais do que tudo, por causa da morte prematura e trágica de Eddie Van Halen, peço desculpas do fundo do meu coração por expor seu lado sombrio que é algo eu acho que ninguém quer ouvir isso agora, e, infelizmente, está no livro.

E é verdade – é tudo verdade. Não é como se eu tivesse que dizer, ‘Oh, eu estava mentindo’ – não, não, não. Se eu escrevesse o livro hoje, colocaria apenas o lado bom de Eddie Van Halen, porque ele foi um guitarrista genial e brilhante e um grande amigo e um grande parceiro – até que tudo deu errado, como tudo o mais.

Sammy Hagar e Eddie Van Halen

Nos últimos anos do período em que o grupo foi carinhosamente apelidado pelos fãs de “Van Hagar”, a relação de Hagar e Eddie já estava sendo retratada pela mídia de forma desgastada e alguns conflitos entre eles estavam sendo divulgados.

Apesar de muitos admiradores do grupo terem conhecimento da luta do lendário guitarrista contra o alcoolismo, Sammy compartilhou algumas situações chocantes e delicadas.

Em uma determinada parte de sua autobiografia, o cantor detonou a turnê de reunião do Van Halen que ocorreu em 2004. O músico descreveu Eddie como “desleixado, curvado, assustadoramente magro e bebendo vinho direto da garrafa”.

Alguns anos depois ele teria chamado a turnê de “a porcaria mais miserável e traiçoeira em que já me envolvi em toda a minha vida”.

Na entrevista com os brasileiros, Sammy tentou justificar o motivo de ter contado sobre Eddie daquela forma e confessa que se soubesse de sua doença, teria o tratado diferente.

Ninguém sabia muito sobre Eddie, mas eles o viam no palco e pensavam: ‘Por que ele está agindo assim?’ E eu dizia: ‘Bem, você deveria ter visto o que aconteceu nos bastidores. Puta merda!’, disse Hagar ao Inside com Paulo Baron .

Se soubéssemos que ele estava doente, então eu teria entendido e teria sido um pouco mais, ‘Ei, Ed, vamos’, tentando puxá-lo para ficar junto. Mas ele era impossível. Ele estava sendo imprevisível. Foi difícil.

Enquanto comentava sobre seu arrependimento do conteúdo, que em 2015 foi chamado por Eddie de “embelezado” em uma entrevista à Rolling Stone, Hagar aproveitou para esclarecer que fez as pazes com Van Halen meses antes dele falecer, como te contamos aqui.

Qualquer pessoa que se divorciou ou terminou com sua namorada ou namorado, você sabe como é. Finais felizes nem sempre acontecem em um relacionamento. [Eddie e eu] tivemos um final feliz – graças a Deus – mas antes disso, não foi um final feliz para a banda. Mas graças a Deus, nós nos recuperamos.

O músico anunciou na entrevista que em Outubro deste ano dará início a uma série de shows em Las Vegas, tocando músicas de toda sua carreira.

Você pode conferir a entrevista completa de Sammy Hagar no player abaixo.