Jonathan Davis (KoRn)
Foto via Wikimedia Commons
 

Hoje bastante famoso como vocalista do KoRn, o icônico Jonathan Davis teve uma passagem por outra banda antes de se firmar com as lendas do Nu Metal.

Trata-se do SexArt, banda à qual ele se juntou em 1989 e permaneceu até 1993, quando seu grupo principal foi fundado. O passado de Davis sempre ficou no passado, mas a Loudwire aponta para um vídeo que apareceu recentemente mostrando um pedaço da história do cantor.

Gravada em Março de 1993, a filmagem tem apenas 49 segundos e mostra Jonathan fazendo alguns gritos bem impactantes, mostrando talento para uma das técnicas mais complicadas do Metal.

No vídeo também há uma espécie de “denúncia”, provavelmente feita por Dennis Shinn, que era baterista do SexArt. Um áudio é reproduzido ao fundo enquanto uma mensagem aparece na tela dizendo que os empresários do KoRn estariam tentando impedir a existência de um documentário da antiga banda, o que é reforçado pela fala reproduzida, que pede mais informações sobre a produção.

Não dá para saber até que ponto isso é verdade, mas o portal internacional lembra que Davis falou com a Kerrang! sobre a sua primeira banda há algum tempo e não teve coisas muito boas para dizer:

Eu gostava de tocar com eles, mas aqueles caras me diriam o que cantar, e escreviam as letras — bom, o baterista [Shinn] fazia isso. Eu tinha inseguranças com meu vocal, pra começo de conversa, então ele tirou vantagem disso. Uma vez que eu entrei no KoRn, eu não tinha ninguém fazendo essas merdas, então eu pude fazer o que eu queria fazer. Eu me abri e virei um vocalista — eu não estava tentando fazer o que esses outros idiotas queriam fazer.

Curiosamente, não foi só Davis que saiu do grupo e teve mais sucesso. Ryan Shuck também fez parte da banda e eventualmente esteve em grupos como o Orgy e o Adema, neste último ao lado de David DeRoo, que também era do SexArt.

Shinn também fez parte de uma formação inicial do Orgy, mas acabou seguindo uma carreira como produtor e trabalhou com nomes como Coal Chamber. Ele também é autor de “Blind”, talvez o maior hit do KoRn, o que pode ser um dos motivos para o documentário não ser aprovado.

De toda forma, você pode conferir o vídeo de Davis gritando logo abaixo! Aproveite para ver também uma gravação de “Inside”, único lançamento oficial do SexArt, que traz Jonathan nos vocais apenas no trecho final da canção.

Jonathan Davis e o SexArt

 
Compartilhar