Teyana Taylor é a primeira mulher negra a ser eleita
Reprodução / Instagram / Maxim
 

A cantora, atriz e diretora Teyana Taylor entrou para a história da revista norte-americana Maxim após se tornar a primeira mulher negra a ser eleita a “Mulher Mais Sexy Viva” pela publicação.

Taylor escreveu em sua conta do Instagram um texto emocionante e inspirador lembrando de como a sessão de fotos da capa da edição que anunciou sua posição no Hot 100 foi importante para sua “jornada de autorreflexão e autoconfiança”:

Alguém me belisque!!! A Maxim Hot 100 me nomear como a ‘Mulher Mais Sexy Viva’ por literalmente viver na pele em que estou. Voltar para a frente das lentes tem sido uma jornada de autorreflexão e autoconfiança. Atender às expectativas do nome e do título desta filmagem me deixou nervosa de todo o coração. Como empresária, esposa, uma ocupada mãe de dois filhos e trabalhando atrás das lentes no meu cargo de diretora, eu tendo a me esconder atrás dos meus moletons e camisetas vintage […] então, como você pode ver, eu não tenho muito tempo para ser e me sentir sexy.

Este dia em particular foi incrível porque me fez ver o outro lado de mim mesma. Eu tinha acabado de deixar Junie na escola antes de ir direto para as filmagens; moletom, um gorro e uma jaqueta militar. Meu cabelo não estava feito para uma ‘sessão de fotos’ porque eu planejava colocar uma peruca e eu não estava usando nenhuma maquiagem.

O que Taylor não esperava era que o fotógrafo Gilles Bensimon pretendia fotografá-la da forma como ela estava, quase sem maquiagem e sem modificar muito seus cabelos. Sobre fazer a sessão assim, a atriz continuou:

Digo tudo isso para dizer nas verdadeiras palavras de Audrey Hepburn… ‘A beleza de uma mulher não está no modo facial, mas a verdadeira beleza de uma mulher se reflete em sua alma. É o carinho que ela amorosamente dá à paixão que ela mostra. A beleza de uma mulher cresce com o passar dos anos’.

Abrace e ame a si mesma por quem e o que você é, porque apenas o coração mais puro brilha. Obrigada Maxim, estou realmente honrada por ter embelezado a capa.

Teyana Taylor

Em Dezembro do ano passado, a artista anunciou sua aposentadoria da carreira musical após ficar frustrada com o trabalho realizado pela sua gravadora GOOD Music/Def Jam e também se decepcionar com a Academia após a categoria de melhor álbum de R&B do Grammy 2021 ter sido dominada por homens (via Billboard).

Teyana Taylor preferiu dedicar seu tempo atrás das câmeras como diretora, usando o apelido “Spike Tey”, e ganhando o prêmio de Diretor de Vídeo do Ano no BET Hip Hop Awards de 2020. Seu último trabalho como cantora foi o ótimo disco The Album, lançado em 2020.

Confira abaixo a capa da revista Maxim com Teyana e o texto completo da artista.

 
Compartilhar