Henrique Frederico
Foto por Walmir Dias
Ouça a Playlist Climão de Dia dos Namorados!   Ouça o novo álbum do Melim!  

Natural de Minas Gerais, Henrique Frederico estreia com seu disco Lavanda e, em oito canções, disseca uma enorme gama de influências e explora diversas maneiras de transformar sentimentos que vão desde o crescimento pessoal até a insatisfação com o cotidiano em música.

A faixa que abre o trabalho, “Vocabulários”, já é um dos grandes destaques. Puxada pela voz de Henrique e contando com um instrumental bem mais intimista, o “cartão de visitas” serve como ótimo exemplo da capacidade do compositor de criar letras a partir da terrível situação atual, como ele conta ao TMDQA!:

‘Vocabulários’ aborda a divisão do mundo atual que vivemos. Escolher o que acreditar ao invés de pesquisar e se informar a respeito de algum assunto. Aborda os valores, os preconceitos e a noção de privilégios. Membros de uma mesma família com visões totalmente opostas do mundo. Fake news e efeito Dunning.

De fato, a letra entrega de cara essa mensagem, falando sobre como o ser humano e o mundo novo se perderam. Somado ao instrumental, cria-se uma atmosfera como se Henrique estivesse dialogando com o ouvinte de uma maneira que poucos artistas fazem atualmente, algo que certamente resulta de um catálogo eclético de referências e de uma longa jornada para encontrar sua identidade.

Essa trajetória começou lá em 2018, quando o cantor lançou o single “Do Aquário”, dando início ao processo de Lavanda. Desde então, foram mais alguns capítulos adicionados até o disco se fechar e se transformar em uma obra completa — inclusive com Lado A e Lado B, abertos respectivamente por “Vocabulários” e “Complacente”, de modo a retratar o amadurecimento do artista.

Continua após o vídeo

Henrique Frederico

Em Lavanda, Henrique Frederico tem como temas-guia a passagem do tempo, a fuga e a reflexão sobre a sociedade. O título do disco já representa bem a ideia do que ele entrega, como o próprio cantor explica:

‘Lavanda’ fala sobre o valor do presente, o valor do agora. O título foi pensado inicialmente como um nome marcante, de fácil identidade. Lavanda funciona como uma metáfora: a flor no instante em que exala o seu mais intenso perfume sem nenhuma consciência que esse momento logo cessará. O presente é breve, o presente é único.

Através da obra, é possível identificar momentos em que o Rock predomina — como a ótima “Memento” — e outros como as já citadas acima onde a banda se coloca mais ao fundo, abrindo espaço para uma conversa mais direta do cantor com seu público. Nomes como The ClashWireElliott SmithPatti SmithFrank OceanHarry StylesLucas Santtana Wry são apenas algumas das influências de Henrique, por exemplo.

Vale muito a pena conhecer esse excelente nome da cena nacional independente e você já pode ouvir Lavanda na íntegra logo abaixo ou pelos serviço de streaming de sua preferência.

Henrique Frederico – Lavanda

O álbum Lavanda foi gravado pelos músicos Henrique Frederico (voz, guitarra e violão), Junior (bateria e efeitos), Chico Ferreira (guitarra) e Vinícius Faria (baixo). Também participaram André Aranha (sintetizadores, nas faixas 1 e 5; guitarra na faixa 2; baixo nas faixas 1 e 4 e violão na faixa 1), Deilson Borges (baixo, na faixa 2) e Helen Carvalho (violinos, nas faixas 5 e 8).

A engenharia de som ficou por conta de André Aranha (faixas 1, 2, 4, 5 e 6), Samuel Mourão (faixas 3, 4 e 8) e Junior (faixa 7), enquanto a mixagem foi compartilhada entre André Aranha (todas as faixas exceto a 7) e Junior. A masterização também é de André Aranha, com produção de Henrique Frederico, também responsável por todas as letras. A capa do disco Lavanda é de autoria de Walmir Dias.

 
 
Compartilhar