Crédito: divulgação
Ouça a Playlist Climão de Dia dos Namorados!   Ouça o novo álbum do Melim!  

O cantor e compositor alagoano Vitor Pirralho lançou nas plataformas de streaming o álbum visual Algo Ritmo Loga Ritmo – O Filme.

A obra é baseada no EP de mesmo nome lançado em Março e foi realizada em parceria com a produtora Panan Filmes.

O conteúdo, através das cinco faixas presentes no compacto, costura em sua narrativa desde viagem no tempo até a psicanálise freudiana, passando pelo racismo e intolerância religiosa.

O álbum visual utiliza imagens das paisagens alagoanas e cenários sombrios enriquecidos por recursos gráficos de última geração.

O trabalho contou com a participação do DJ e beatmaker Carlos PXT, responsável pelas bases no Rio de Janeiro, Maurício Negão, guitarrista que cedeu os riffs que enriquecem os beats, e Cristhian Almeida, engenheiro de som e produtor musical que assina a mixagem final.

“A ideia partiu do Henrique Oliveira, queríamos fazer apenas um clipe do EP, mas ele sugeriu fazer os cinco clipes criando uma história entre eles, ou seja, o conceito de álbum visual. Por ser também um formato inédito no estado de Alagoas, pensamos: por que não mergulhar no pioneirismo desse projeto? Então dei o argumento narrativo do filme e juntos começamos a desenhá-lo,” conta Vitor.

Viabilizado pela Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas, através da Lei Aldir Blanc, Algo Ritmo Loga Ritmo – O Filme foi gravado ao longo de seis dias no final de Fevereiro pelos arredores de Maceió, em Alagoas.

Tacy de Campos

foto: Chrisce de Almeida

A cantora e compositora paranaense Tacy de Campos lançou nas plataformas digitais o single “Bananeiras e Tâmaras”.

A música vai integrar seu segundo álbum, Corações de Apartamento, e traz como temáticas principais o amor e as relações humanas.

“O primeiro rascunho de ‘Bananeiras e Tâmaras’ foi feito quando eu tinha 15 anos, na casa da minha avó paterna, na Baixada Fluminense/RJ. Na época, era onde eu e meus pais passávamos as férias de verão, um contraste com a paisagem cinza e monótona de Curitiba,” explica Tacy.

“A casa da minha avó era enorme, muito antiga, quase lúgubre. Tinha um jardim de bananeiras no quintal e da janela do quarto onde eu costumava ficar, ocupava quase todo o meu campo visual um enorme pé de Tâmara. Eu remoía minhas questões e reflexões existenciais fitando aquele pé de Tâmara, circulando entre as bananeiras, escrevendo e dedilhando o dia todo… Foi nesse looping que ‘Bananeiras’ saiu,” completa ela, que em 2020 também lançou as canções “Eu Não Te Amo Mais” e “Reconciliação”.

Corações de Apartamento ainda não tem previsão de lançamento e sucede o disco de estreia O Manifesto da Canção (2017).

Mateus Menduiña

foto: Ana Bia Novaes

O cantor e compositor carioca Mateus Menduiña disponibilizou recentemente a música “Se Você Quiser”.

A faixa estará presente no primeiro EP do artista, previsto para sair ainda em 2021, e mistura a sonoridade da MPB com a pop music.

Anteriormente, Mateus, de apenas 20 anos, havia divulgado “Livre Pra Voar”, que abriu caminho para sua trajetória musical.

“Essa canção da vida ao meu sonho de ser músico, deixando de lado as dificuldades, dando um passo pra frente Uma música que tem como objetivo gerar em quem escute, sentimentos de entusiasmo, alegria, confiança e determinação. Quem estiver triste, ao escutar possa abrir um sorriso, enxugar as lágrimas, se levantar e tentar de novo,” comenta ele.