Corey Taylor
Foto por Ashley Osborn
 

No que depender de Corey Taylor, o Slipknot e o Stone Sour nunca estarão no Hall da Fama do Rock.

Em uma nova entrevista para rádio dos EUA (via Loudwire), o vocalista das bandas de Metal soltou o verbo contra a instituição depois de uma declaração do apresentador da estação dizendo que o Hall poderia “corrigir os erros do passado” se indicasse bandas de Hard Rock e Metal, como ScorpionsJudas Priest e o Slipknot no próximo ano.

Corey respondeu:

Primeiramente, eu não ligo para o Hall [da Fama], porque eu acho que é uma montanha de lixo. Eles não honram nada além de música Pop, na verdade, e eles só chamam bandas de Rock de verdade quando eles realmente precisam ceder à pressão.

Eles desrespeitaram tantas bandas nos últimos [anos] ao colocar outros ali antes dos que realmente merecem que eu provavelmente iria pelo caminho do Sex Pistols. Eu ficaria tipo, ‘Seu Hall [da Fama] é uma farsa. Eu não ligo se sou parte dele ou não. Você não tem ideia do que o espírito do Rock and Roll realmente é. Então pegue isso e enfie naquele lugar.’

A declaração de Corey faz referência ao vocalista Johnny Rotten, que recusou entrada no Hall da Fama em 2006 fazendo críticas à instituição e inclusive revelando que eles teriam que pagar milhares de dólares para ter direito a uma mesa de convidados no local, entre outros absurdos.

Corey Taylor e o Hall da Fama do Rock

Vale ressaltar que, a partir do ano que vem, o Slipknot passa a ser elegível para o Hall da Fama após o disco demo Mate. Feed. Kill. Repeat. completar 25 anos, o tempo mínimo que o primeiro lançamento tem que atingir pelos critérios do Hall atualmente.

O cantor não acredita que essa indicação vá acontecer, como você pode ouvir no papo disponível na íntegra abaixo, mas vale sempre lembrar a situação parecida que aconteceu com o Nine Inch Nails — que acabou cedendo quando foi convidado para o Hall e agradeceu a instituição.