Dado Dolabella e João Gordo
 

Quem é que não se lembra da confusão entre João Gordo Dado Dolabella nos tempos de MTV? A treta aconteceu lá nos anos 2000 mas segue firme na memória de muitos brasileiros, em especial por conta de frases marcantes como o clássico “você traiu o movimento”.

Em sua participação no Flow Podcast, o cantor e apresentador relembrou essa situação pra lá de desconfortável e detalhou a linha do tempo da briga:

O cara foi lá [na intenção] de zoar, mas uma zoeira playboy. Não era pra ter treta… eu acho. [risos] Ele dispensou o carro da TV; ele pegou um táxi, passou na loja de ferragem, comprou uma corrente e um cabo de enxada, um machado e uma faca. ‘Tá aqui, eu vou zoar com ele, vamos ver o que vai dar’.

E eu ali também já meio que tirando — eu sou meio filho da puta, né? Todo mundo já viu mil vezes essa porra, tem lá, sei lá, 30 milhões de views o bagulho. Mas brincadeira, cara. Eu comecei lá e ficou meio atravessado, assim, porque [ele falou], ‘Você é traidor movimento’, e eu, ‘Que movimento, playboy? Você não sabe nem do que você está falando’. Aí tirou os bagulhos, colocou na mesa, aí pegou um cabo de vassoura e eu falei, ‘Vou enfiar no seu cu essa porra aqui’, e todo mundo [rindo].

E aí começou a ficar esquisito. E eu bati com o negócio na mesa; quando eu bati com o negócio na mesa, ele bateu com o machado na mesa, aí quebrou a mesa. Não fiquei puto, fiquei indignado! ‘Que que é isso, cê tá louco? Você quebra a minha mesa aqui? Que é isso?’. Aí ficou aquele embate… eu fiquei com vontade de dar uma machadada, uma porretada, né, mas ainda bem que não rolou. Porque eu pensei, ‘Se eu encosto a mão nesse cara, eu tô fodido. Se eu pegar e der uma correntada nele ou um caco de vidro nele, eu tô fodido.’ Mas devia ter dado, eu acho.

Questionado sobre quais foram as consequências da briga depois que tudo se acalmou, Gordo explicou:

Eu virei vilão da parada geral, né. O ‘pobre do Dado Dolabella’… porque não saiu [a gravação]. Os caras só foram mostrar essas imagens quatro anos depois. Então ninguém viu nada, só ficaram as notícias rolando, a mãe dele me xingando… tava em casa, assim, aí toca o telefone e minha amiga fala, ‘Gordo, coloca no Alborghetti’. Aí o Alborghetti, ‘Esse tal de João Gordo que adentra na casa da família brasileira portando palavras de baixo calão, é um pilantra, safado, filho da puta’… Eu falei, ‘Caralho, cara, fiquei como vilão’, né.

Porque é o Shrek contra o príncipe, né.

Em seguida, o vocalista do Ratos de Porão também cita como o episódio ganhou notoriedade anos depois e fez com que ele virasse conhecido praticamente só por isso, algo que definitivamente não condizia com a realidade.

Você pode assistir ao vídeo completo logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: “Não tem heroína, mas tem pó” – João Gordo relembra noite com Kurt Cobain e Flea

João Gordo relembra treta com Dado Dolabella

 
Compartilhar