Documentário sobre a vida de Moby
 

Sem dúvida alguma, Moby é um dos artistas da música eletrônica mais bem sucedidos em todos os tempos.

Tendo iniciado a sua carreira no Punk Rock, ele eventualmente destinou os seus esforços às batidas e vendeu nada mais, nada menos do que 20 milhões de cópias dos seus álbuns em toda sua carreira.

Acontece que nem isso, nem o fato dele ter sido colocado ao lado de gigantes como Madonna e Bon Jovi, afastaram Moby de diversos problemas de saúde mental.

Moby e a Depressão

O próximo disco de estúdio do artista, Reprise, será lançado em 28 de Maio e o décimo nono álbum do cara será acompanhado de um documentário chamado Moby Doc.

Em um trecho dele compartilhado pela NME, o cara aparece falando sobre como, no auge da sua carreira, tinha pensamentos suicidas.

Nesse episódio em particular, ele relembra uma estadia no Arts Hotel, um dos mais icônicos de Barcelona, para uma premiação da MTV em 2002:

Eu cheguei ao meu hotel na noite anterior e eu estava no topo de um dos hotéis mais elegantes que já havia visitado em toda minha vida.

Há quatro apartamentos gigantescos no topo desse hotel. Meus vizinhos eram Bon Jovi, P Diddy e Madonna. Naquela noite eu fiquei muito bêbado. Tudo era perfeito. Tudo que eu sempre quis havia sido entregue para mim, até mais do que eu havia pedido, na verdade… Eu tinha vendido 10 ou 20 milhões de discos… e eu estava tão abatido.

Moby fala, então, sobre como pensou em tirar a própria vida e finalizou:

Quão estranho era que eu tinha tudo que queria e nunca havia estado tão deprimido?

Você pode assistir ao trailer do documentário no vídeo acima. Nele, Moby também aparece falando sobre como cresceu em uma casa com pais que “brigavam e bebiam o tempo todo”.

Além disso, ele conta sobre como perdeu o funeral da própria mãe porque estava “bêbado, desmaiado em uma cama”.

Procure Ajuda!

Se você passa por problemas de saúde mental e gostaria de procurar algum tipo de ajuda, conheça o trabalho do CVV – Centro de Valorização da Vida.

O CVV realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

O número de telefone para entrar em contato com eles é 188. Você pode conferir a lista de estados disponíveis clicando aqui.

 
Compartilhar