Dave Grohl achou que tinha criado
Reprodução / YouTube
 

Não tem como negar que Dave Grohl já é uma lenda do Rock, e o recente anúncio de que o Foo Fighters entrará no Hall da Fama do gênero no seu primeiro ano de elegibilidade é só mais um reforço a isso.

Ainda assim, a marca é histórica para Grohl, que entra para uma elite pequena de nomes que receberam a honra máxima mais de uma vez, como Eric Clapton. Dave, aliás, é o mais jovem desde Clapton a atingir esse nível de sucesso: aos 52 anos, ele tem 4 a mais do que o guitarrista tinha quando entrou pela segunda vez no Hall.

Em entrevista com a Rolling Stone dos EUA, o vocalista e guitarrista contou mais sobre como recebeu a notícia e refletiu sobre o que isso significa para a sua carreira e para os Foos:

Só recentemente eu percebi que já se passou metade da minha vida desde que eu estou nessa banda. Eu sinto, de uma forma, que eu fui quase negligente com quanto nós fizemos nos últimos 25 anos. Eu acho que por eu estar sempre trabalhando pensando pra frente, eu não passo muito tempo sentado olhando pra trás, para o que fizemos, ou refletindo sobre nossas conquistas passadas. Eu só meio que estou pensando na próxima coisa. Então hoje foi um dia de mais reflexão do que o normal.

Eu estava só sentando escrevendo uma história sobre a época em que construímos um estúdio no meu porão na Virgínia para gravar o terceiro disco. Eu percebi, ‘Caralho, já faz 22 anos.’ [risos] É uma loucura.

Eu estou majoritariamente feliz pelo Pat [Smear] e pelo Nate [Mendel] e o Chris [Shiflett] e o Taylor [Hawkins] e o Rami [Jaffee]. Eu acho que nenhum de nós imaginava que isso aconteceria.

Dave também falou sobre como os colegas celebraram a indução do restante da classe, inclusive Belinda Carlisle, do The Go-Go’s, que também foi do Germs — ex-banda de Pat Smear, que se mostrou empolgado com a escolha do grupo feminino:

O Pat está empolgado que o The Go-Go’s foi eleito também. Como ele disse, ‘Eu vou ter alguém com quem posso ficar de rolê’. Mas ao mesmo tempo, a lista de artistas eleitos este ano é muito importante e encorajadora. A Tina Turner, obviamente, merece tudo que ela já ganhou. E a Carole King é muito grande, e o The Go-Go’s. Ver tantas mulheres entrando este ano é impressionante e encorajador.

“Lugar certo na hora certa”

Em outro trecho do papo, Grohl voltou ao passado novamente e falou sobre como o Foo Fighters tem “muita sorte”, afirmando que a banda parece ter estado “no lugar certo na hora certa” pelos últimos 25 anos:

Se eu tivesse imaginado que [o Foo Fighters] teria se tornado uma carreira, eu provavelmente teria levado muito mais a sério [no começo], [passando] bem mais do que seis dias no estúdio com meu amigo Barrett Jones. Essas são as coisas que eu vejo quando olho pra trás.

Mas ao mesmo tempo, se há um ponto em comum nos últimos 25 anos dessa banda, é que tudo só cai no nosso colo. Realmente é assim, tipo ter a banda começando com uma simples fita demo, que foi finalizada logo que o Sunny Day Real Estate estava terminando, e o Pat Smear ouvindo a demo e oferecendo seus serviços.

Aí nós fizemos nosso segundo disco e pudemos sair do nosso contrato por conta de uma ‘cláusula de pessoa chave’ porque o Gary Gersh era o presidente da Capitol Records. Ele foi o cara que assinou o Nirvana com a Geffen. E nós tínhamos uma cláusula que dizia que se ele saísse da empresa, nós estaríamos livres para sair também. Então ele deixou a empresa e nós ficamos livres pra sair. E aí não éramos obrigados a ser uma banda. A gente decidiu continuar porque nós amávamos ser uma banda. Nós fizemos um estúdio no meu porão, sem saber o que estávamos fazendo, pendurando umas porras de sacos de dormir na parede para deixá-lo à prova de som.

E aí sair disso, ganhar Grammys… eu não sei. Só parece que essa banda tem estado no lugar certo na hora certa pelos últimos 25 anos.

Bom, se é assim, que continue estando por muitos anos daqui pra frente! Vale lembrar que a cerimônia do Hall da Fama de 2021 acontecerá no dia 30 de Outubro, e vamos trazendo mais informações sobre a festa sempre que possível.