Liège
Foto: Divulgação
Ouça a Playlist Climão de Dia dos Namorados!   Ouça o novo álbum do Melim!  

A cantautora paraense Liège é uma das novas vozes da MPB contemporânea. A artista divulgou recentemente o videoclipe para o single “Deixa Ir“, que aborda os saberes da floresta para cuidar da saúde, da alma, da vida.

A canção chegou acompanhada por um videoclipe gravado na Ilha do Mosqueiro, região metropolitana de Belém do Pará, onde a família da cantora nasceu e vive até hoje. A produção acompanha um ritual próprio das matriarcas da família de Liège, que tem origem indígena, evocando de modo poético essa Amazônia ao mesmo tempo ancestral e moderna.

“Deixa Ir” é última faixa a ser lançada antes da chegada do álbum de estreia da artista. Intitulado Ecdise, o disco tem lançamento agendado para o próximo dia 10 de Maio, e, segundo Liège, a nova música é uma verdadeira síntese do trabalho.

Essa música é muito importante pra mim porque resume os caminhos que percorri até a construção de ‘Ecdise’. Depois de passear por vários momentos na minha carreira, precisei voltar às minhas origens, reconhecer de onde vim pra saber pra onde vou. Assim me reconectei com essa ancestralidade e pude entender melhor os caminhos que decidi seguir.

O single traz referências de ritmos afro amazônicos, que se misturam a um som contemporâneo e pop, com beats e sample. A composição nasceu durante o processo de mudança de Liège para São Paulo e foi finalizada em estúdio com o produtor do disco, DJ Duh, o baixista Marcelo Cruz e a cantora e compositora paraense Marisa Brito, que colaborou com a construção da melodia e fez a direção vocal da faixa.

Essa música fala de um momento muito difícil pra mim, que foi a chegada a São Paulo, quando minha família ainda não tinha chegado, eu estava sozinha. Foi um momento em que eu duvidei do meu trabalho, que pessoas se afastaram de mim. No auge de uma crise de ansiedade, eu fiz ‘Deixa Ir’.

Assista abaixo ao novo clipe de Liège, que traz cinco gerações da família da cantora: sua bisavó, sua avó, mãe, ela e sua filha. A direção é de Carol Taveira.

Graveola

Graveola
Foto por Bruna Brandão

O grupo mineiro Graveola está preparando o lançamento de seu novo álbum In Silence, que será lançado ainda este ano pela Deck. Nas últimas semanas, a banda divulgou o segundo single do trabalho, a inédita “Tão Tá“.

A canção é uma parceria entre Luiza Brina, Julia Branco e Gabriel da Luz. Segundo Luiza, “a música é sobre a saudade dos lugares, como a gente os carrega e como tem uma leveza na saudade, nos encontros e nas despedidas”. O vocalista Zelu Braga complementa:

‘Tão Tá’ é uma música pra dançar. Gostosa. Aquela que dá pra dançar agarradinho com alguém ou consigo. Dá pra dançar olhando pro espelho e se elogiando. Dá pra dançar com o pet também. Fala de uma saudade gostosa, tipo brisa de sábado à tarde.

Há 16 anos na estrada, o Graveola aponta agora para caminhos mais profundos com seu novo disco. Em In Silence a banda mescla a energia solar e tropical de sempre com uma serenidade própria da maturidade, adianta Zelu.

Quisemos comunicar com sentimentos profundos, criar uma imagem que fizesse refletir sobre nosso universo interno. Somos múltiplos: esperançosos, densos, sentimos saudade, temos nossas dores de cotovelo [risos]. Esse disco é sobre como soa nosso silêncio dentro.

Kalouv

kalouv
Foto por Hannah Carvalho

Completando 11 anos de estrada, o grupo pernambucano Kalouv lançou no último dia 30 de Abril o seu novo EP. Adaptar-se e entender os limites impostos pela distância, ressignificar os novos desafios e transformá-los em arte. Esse é o mote central de A Medida da Distância.

É neste trabalho cheio de peculiaridades e construído em grande parte do tempo à distância, que a Kalouv propõe um mergulho sobre as dinâmicas do sensível enfrentadas pelos integrantes no período de enclausuramento, conceituou o guitarrista Tulio Albuquerque.

‘A Medida da Distância’ fala sobre esta nova realidade, onde somos conectados por uma espécie de fio virtual. Tivemos que pensar em novos métodos para compor e todas as faixas se referem a isso, construindo uma narrativa sonora sobre um caminho para seguir no meio deste turbilhão.

O registro conta com cinco faixas autorais e instrumentais, e tem produção assinada pelo próprio grupo. Para criar a atmosfera sonora de A Medida da Distância, a Kalouv apresenta uma estética inspirada em trilhas sonoras de jogos e filmes, com elementos que passeiam pelo post-rock, jazz, indie pop, entre outros gêneros.

O EP marca ainda a estreia da nova formação da banda, que agora conta com o guitarrista Matheus Araújo, e apresenta as vozes como texturas sonoras, com coros atmosférico. Para isso, o grupo contou com as participações vocais de Katty Winne, do grupo alagoano de mesmo nome, e Victor Meira, da banda paulista Bratislava.

Além de Túlio Albuquerque (guitarra) e Matheus Araújo (guitarra), a Kalouv é formada por Basílio Queiroz (baixo), Bruno Saraiva (teclado), e Rennar Pires (bateria).

Você pode conhecer o EP A Medida da Distância no player abaixo. O projeto gráfico do lançamento é assinado por Pedro Mooniz.