Carol Biazin e Luísa Sonza
Foto por Lana Pinho
 

Dona de um dos melhores discos de estreia de 2021, Carol Biazin vem presenteando os fãs pouco a pouco com as canções de Beijo de Judas e a penúltima peça chegou com tudo.

“Tentação” é uma parceria com Luísa Sonza e vem fortemente inspirada pelo Pop dos anos 2000, como a artista conta em entrevista exclusiva ao TMDQA!. Ela aponta o grupo Destiny’s Child, que tinha Beyoncé como integrante, como a principal referência para o novo single que explora com força o lado mais sensual e poderoso das jovens cantoras.

Apesar de ter sua letra composta totalmente por Biazin, a envolvente canção conta com uma contribuição mais do que fundamental de Sonza. Carol explica que “não poderia ter pensado em outra pessoa” para esse feat, e detalha:

A gente já tinha conversado sobre ela estar no meu álbum, só não tinha a música ainda. Quando eu comecei a escrever eu pensei, ‘isso é a cara da Luísa’. Essa coisa de amigas, esse pop ‘divona’. Achei muito a cara dela e ela é muito solícita. Ela faz parte de todo o processo desde o clipe até a gravação de voz. Ela está sempre junto, muito disposta, mesmo ela sendo a pessoa mais ocupada que eu conheço. Ela sempre deu muito apoio!

O resultado agradou bastante todas as partes, e Biazin deixou bem claro que foi bastante tranquilo e libertador expor esse lado de sua vida — afinal de contas, ela está apenas relatando a sua realidade e a pessoa que ela de fato é:

Eu nunca me senti vulnerável durante o processo de criação de ‘Tentação’. Pelo contrário, acho que foi muito tranquilo. Quem nunca caiu em uma tentação? Eu estou falando ali sobre um relacionamento entre duas mulheres que, para mim, é o que eu vivo, eu sou isso. E a ideia é passar essa mensagem de liberdade, sabe? Beije quem vocês quiserem beijar.

Eu me senti muito feliz, na real, por conseguir fazer uma música como ‘Tentação’. Eu achava que era algo que tipo, ‘Eu não posso fazer isso, eu não posso fazer aquilo’. Aí eu pensei que não, eu não vou me pôr na caixa. O meu mantra é sair da caixa e não deixar as pessoas me enquadrarem num potinho. Então, me libertei em ‘Tentação’.

Carol Biazin e Luísa Sonza em “Tentação”

Essa libertação também aconteceu com força no clipe de “Tentação”, que esbanja sintonia entre as amigas e colegas de profissão. Com uma notável atmosfera de sedução e conquista, as duas mulheres dão um show de atuação, mostrando um casal apaixonado.

O processo de gravação do vídeo surpreendeu Carol, sendo muito mais tranquilo do que ela imaginaria:

Eu achei que ia ser super tenso e daria aquele frio na barriga tipo, ‘Ai, meu Deus, tá todo mundo vendo esse beijo aqui e eu preciso fazer um beijo bonito’. Mas, no final das contas, eu e a Luísa somos muito amigas, então a gente ria muito durante as cenas. A gente brincava uma com a outra. Estava todo mundo nessa mesma vibe lá no set, então foi muito natural, muito tranquilo e suave.

Ainda sobre a ótima produção audiovisual, o destaque é certamente o beijo entre as duas artistas. No entanto, isso acontece em grande parte por conta de toda a construção da obra, que vai flertando com a possibilidade até finalmente entregar a euforia que fecha com chave de ouro a química apresentada desde o primeiro segundo.

Mais do que isso, porém, o beijo representa um posicionamento, uma declaração. Infelizmente, vivemos em uma sociedade onde o afeto entre duas pessoas do mesmo sexo ainda incomoda e a mensagem de Carol e Luísa é justamente de questionar os motivos pelos quais isso acontece:

Para mim, é um beijo e muito bonito, por sinal. Mas, eu sei que as pessoas podem se incomodar e o exercício é esse. Se está te incomodando, é por qual motivo? Existem muitos clipes com casais se beijando, homem e mulher, e ninguém questiona isso, sabe? Ninguém fala que é apelativo, ninguém fala que é desnecessário.

Então eu acho que as pessoas têm que se questionar e esse choque, esse questionamento, acaba trazendo uma mudança na cabeça das pessoas. É o que eu espero e é por isso que eu não escondo quem eu sou dentro das minhas músicas.

Beijo de Judas e Artista do Mês

Você já pode conferir o clipe de “Tentação” logo abaixo, ao final da matéria, mas calma que esse ainda não é o fim de Beijo de Judas. Falta uma canção — “Raio X” — para completar de vez o álbum de estreia da paranaense que vem sendo construído aos poucos.

Ao falar sobre a faixa, aliás, Carol nos conta que é “uma das favoritas do álbum” e que está “presa” nela, o que pode ter sido um dos fatores para deixá-la por último. Vale a pena ficar ligado, hein?

E, por fim, não podemos esquecer de dizer que Carol Biazin foi a nossa Artista do Mês do TMDQA! para o mês de Abril. Você pode conferir um especial completo que detalha todo o álbum clicando aqui!