Ghostface Killah
Foto por Niklas Hellerstedt / Creative Commons
 

Alguns veteranos do Hip Hop têm questionado e argumentado sobre atitudes de rappers da nova geração.

O artista mais recente a comentar sobre isso foi Ghostface Killah, membro do aclamado grupo Wu-Tang Clan.

O rapper de 50 anos de idade consagrou seu trabalho na mesma época em que grupos e artistas reconhecidos como Jay-Z, Tribe Called Quest, The Notorious BIG e De La Soul.

Certamente ele e outros artistas foram influenciados pelas lendas do Rap que surgiram antes deles como Kool Herc, Grandmaster Flash & The Furious Five, Sugarhill Gang, entre outros.

Durante uma entrevista ao portal Vulture (via HipHopDX), Killah apontou para a importância dos rappers mais jovens conhecerem a história do Hip Hop e saberem mais sobre a vida dos nomes que ajudaram a consolidar o gênero na indústria da música.

Eu sou totalmente a favor desses jovens negros ganhando dinheiro e fazendo o que fazem. Mas, musicalmente, eu acho que [para] se tornar um rapper agora, você deve conhecer a história. Saiba agora quem eram os Spoonie Gees e Sugarhill Gangs, os Wu-Tangs e o Biggie, tudo isso.

Grand Puba, todos esses caras. Você precisa conhecer essas pessoas. Você tem que adicionar a isso. Temos corpos de trabalho. Mobb Deep, Nas, Wu-Tang, Jay-Z, temos muitos trabalhos. Hoje em dia, você pode ouvir uma faixa e nem se importar com o resto do álbum.

Ghostface Killah e rappers da nova geração

Os pontos levantados por Killah são rapidamente observados na indústria a partir do momento que muitos artistas estão ganhando notoriedade com um único single.

Segundo a empresa de dados BuzzAngle, as vendas de álbuns diminuíram 18,2% em 2018 em relação ao ano anterior. O fluxo de música sob demanda, incluindo áudio e vídeo, aumentou 35,4%.

No mesmo ano, as transmissões de áudio sob demanda estabeleceram um novo recorde de 534,6 bilhões de execuções, um aumento de 41% em relação aos 376,9% de transmissões de 2017.

Artistas como Cardi B com “Bodak Yellow”, Roddy Ricch com “THE BOX”, Jack Harlow com “WHAT’S POPPIN”, são alguns dos milhares de exemplos que vêm ganhando os holofotes com suas músicas.

Sobre sua experiência com os novos artistas, Ghostface complementou dizendo que para entender o que está acontecendo no atual cenário do Rap é preciso ter “ouvido” e destacou que “alguns artistas realmente têm talento”.

Você pode não ser capaz de entender esse talento porque não é dessa época que você veio, mas, sendo um artista, você tem que estar disposto a ouvir de tudo. Levei um tempo para começar a entender essa molecada e seus sons.

Em seguida, Killah citou o nome de alguns rappers que ele passou a conhecer melhor. Entre eles estão DaBaby, Lil Baby, Drake, A$AP Rocky, Bobby Shmurda, Pop Smoke e Migos.

Além disso, ele falou que respeita Kendrick Lamar e J. Cole por acreditar que eles estão criando “sua própria pista”.

LEIA TAMBÉM: Method Man questiona riqueza e vida de luxo dos rappers da nova geração