Ananda Jacques
Foto: Reprodução / YouTube
 

A cantora paulista Ananda Jacques escolheu o formato de live session para apresentar seu novo single, “Faxina“. A faixa traz inspirações no lo-fi e no jazz, sem abandonar as raízes da MPB tão presentes nos trabalhos anteriores da artista.

A ansiedade pela chegada do ser amado. As brincadeiras que só o casal entende. O cotidiano de um amor bem vivido. Esses são alguns dos temas que aparecem na nova canção. Apresentar a novidade durante uma live session foi uma forma de Ananda Jacques expor uma nova faceta de sua arte, conta a artista.

Esse trabalho bebe de fontes contemporâneas, mas continua dialogando sobre o cotidiano, sobre os espaços da casa e seus significados. E eu pensei muito sobre a concepção visual, sobre as cores do vídeo. A motivação para o formato em live session é apresentar meu formato de show ao vivo, trazendo timbres que estou gostando e o formato enxuto de voz e piano, acompanhado pelo beat.

“Faxina” traz música, letra e voz de Ananda Jacques, com piano e arranjo de Augusto Martins. A mixagem e masterização são de Thiago Proença, enquanto a arte da capa é de Karymy Gonçalves. A live session contou com produção executiva de Fernanda Teka e foi gravada no Café da Vila, em Sorocaba, cidade natal da cantora.

As criações musicais de Ananda transitam entre os ritmos brasileiros, como o samba e o baião, em uma celebração aos rituais que compõem o dia a dia. Sob uma estética que compreende o tradicional e dialoga com o afrofuturismo, a artista fala de temas que refletem a sua afro-religiosidade, ancestralidade, direito das mulheres e o afeto.

Ok John

Ok-John
Foto: Divulgação

Ok John é o projeto solo do cantor, guitarrista e compositor carioca João Pedro Leite, que lançou nas últimas semanas o seu novo single, intitulado “Best For The Last“. A música já se encontra disponível em todas as plataformas de streaming.

Tendo como inspirações bandas de rock britânicas, o jovem músico lançou em outubro de 2020 o seu primeiro EP, autointitulado. O trabalho foi gravado em um estúdio no Rio de Janeiro, com todas as músicas cantadas e compostas por ele.

De lá pra cá o músico não parou. Em novembro do ano passado lançou Ok John II, com duas novas músicas, e abriu 2021 com o single “Set On a Track“. Agora, em “Best For The Last”, Ok John apresenta uma sonoridade mais melódica, com vocais suaves e guitarra clean.

Você pode curtir a novidade no player abaixo.

Luiz Skin

luiz-skin
Foto por LAB 344

O músico paulistano Luiz Skin é uma das promissoras apostas do selo indie LAB 344. Em seu single de estreia, “Eterno Ritual“, o artista transita entre a MPB e o rock psicodélico, com uma estética lo-fi recheada de referências setentistas.

Músico autodidata, Skin vem de uma geração que tem saudades de um período que nunca viveu. Em sua primeira música, o artista apresenta uma sonoridade que viaja dos anos 60 aos anos 80 para consolidar aquilo que deseja exprimir. Tudo isso sem sair de casa, ou melhor, de seu quarto, especifica o artista.

Nunca pensei em uma definição para o meu som, é difícil classificar a própria música né, mas eu penso sei lá… neo psicodélico latino americano… bedroom rock.

O single fará parte do álbum de estreia de Luiz Skin, que tem lançamento previsto para Junho deste ano. O trabalho foi todo produzido pelo músico em seu quarto. DIY em tempos de pandemia, mas com luz própria. Afinal, sempre terá luz no fim do túnel.