Rancore-10-Anos-Seiva
Foto: Reprodução / YouTube
 

Em Abril de 2021, Seiva, o álbum mais aclamado do Rancore, completa 10 anos de lançamento. Mas as comemorações começaram ainda em Fevereiro, quando o grupo se reuniu para uma performance ao vivo transmitida direto do icônico Hangar 110 casa de shows que havia sido palco das apresentações de divulgação do disco, todas com ingressos esgotados!

A live contou com a mesma formação que gravou o álbum em 2011: Teco Martins nos vocais, Candinho Uba e Gustavo Teixeira nas guitarras, Caggegi no baixo e Ale Iafelice na bateria. Consolidada como um dos principais nomes do rock independente nacional dos últimos 20 anos, a banda paulistana disponibilizou a apresentação na íntegra no YouTube.

Seiva

Tendo em sua base fortes raízes firmadas no hardcore, o Rancore foi adicionando ao seu caldeirão sonoro elementos da música brasileira e do rock alternativo. A banda foi formada em 2001, mas a discografia começou em 2006, com Yoga, Stress e Cafeína, e tomou uma guinada em 2008, com a chegada de Liberta. Essa busca por novos ares foi consolidada no Seiva. Sobre o disco, o vocalista Teco Martins reflete:

O ‘Seiva’ é um trabalho que eu gosto muito, sou muito feliz por ter deixado esse registro. Apesar de que, claro, eu teria feito algumas coisas diferentes hoje em dia, mas isso é normal. Todo artista sempre quer evoluir, mas o disco gerou frutos.

Eleito o Melhor Álbum Nacional de 2011 aqui no TMDQA!, o registro levou o quinteto ao VMB da MTV Brasil e rendeu uma turnê por todo o país. O fim das atividades da banda chegou em 2014, e, claro, não foi facilmente aceito pelos faz, que por anos bombaram a hashtag #VoltaRancore, bastante conhecida pelos fãs do underground brasileiro.

#VOLTARANCORECOMFORÇA

A apresentação, que chega ao YouTube na semana do aniversário do disco, levou a hashtag aos assuntos mais falados do Twitter, contou com mais de 100 mil visualizações e arrecadou quase R$ 2.500 para a organização Solidariedade Vegan, do músico e apresentador João Gordo (Ratos de Porão). Agora, a Rancore aguarda o que a próxima década pode trazer, avalia Teco.

Todos nós da banda continuamos na música, recebemos mensagens até hoje sobre esse álbum e ele toca bastante ainda nos aplicativos de música. O ‘Seiva’ é um disco que, ao meu ver, envelheceu muito bem e espero que em 10 anos ainda represente uma fase importante da música alternativa nacional e de nossas trajetórias.

Afaste os móveis, aumente o volume e curta a live #VOLTARANCORECOMFORÇA na íntegra!