Lady Gaga e seus cachorros
Reprodução/Instagram
 

Cinco pessoas suspeitas de envolvimento no roubo de dois cachorros de Lady Gaga foram presas.

Em Fevereiro, dois buldogues franceses da cantora, Koji e Gustav, foram roubados enquanto seu funcionário Ryan Fischer estava passando por Los Angeles com eles e com Asia, mais uma cachorrinha de Gaga.

O rapaz foi abordado por dois criminosos e acabou levando um tiro no peito após tentar resistir ao assalto. Dois cães foram levados e o terceiro conseguiu fugir e foi recuperado após os ladrões deixarem o local.

De acordo com a polícia de Los Angeles (via CoS), James Jackson, 18; Jaylin White, 19; Lafayette Whaley, 27; estão detidos após serem acusados de ter efetuado o crime.

Mais Suspeitos

Além dos jovens, outros dois suspeitos foram presos por serem considerados cúmplices do roubo. Entre eles está uma mulher de 50 anos de idade chamada Jennifer McBride que foi supostamente devolver os cachorros dois dias após o roubo alegando ter encontrado os cães amarrados a um poste em um beco.

Segundo as autoridades, a mulher se relacionava com o outro suspeito, Harold White, de 40 anos de idade, que foi identificado como pai de um dos jovens assaltantes.

Ao que tudo indica, o papel de McBride no esquema era obter a recompensa de U$ 500 mil (ou cerca de R$ 2,7 milhões) oferecida por Lady Gaga a quem encontrasse os cachorros.

Ryan Fischer, que estava passeando com os pets, teve alta no dia 30 de Março após passar por uma cirurgia e ter parte do pulmão removido, como ele descreveu em sua conta do Instagram.

 
 
Compartilhar