Seth Rogen
Foto: Wikimedia Commons

Não é surpresa para ninguém que Seth Rogen é um astro de Hollywood que não tem nada contra a maconha — afinal, quase todas as comédias das quais participa fazem referência à droga.

Porém, mais do que ser simpatizante da planta, o ator é um ativista pela legalização da cannabis.

Em entrevista ao The New York Times, Rogen afirmou que fará “tudo” o que estiver ao seu alcance para desafiar e jogar luz em cima de “políticas racistas” relacionadas à droga dentro dos Estados Unidos.

Seth se diz “orgulhoso” de estar associado à maconha e garante que vai usar sua plataforma para lutar contra o sistema legal que afeta desproporcionalmente pessoas pretas e latinas que são presas no território americano por posse de maconha:

Nós não vamos fugir de conversas desconfortáveis e sempre faremos o necessário para lembrar as pessoas frequentemente que existem pessoas na cadeia nos Estados Unidos por causa da maconha, e existem pessoas tendo suas vidas destruídas por causa dela.

Seth Rogen e a maconha

Para além de suas falas, Seth já apoia atualmente algumas organizações que trabalham em prol da maconha como a Marijuana Policy Project. Ele ainda comentou que fuma a planta desde sua adolescência e que ela o ajuda no dia a dia.

“O mundo não é um lugar confortável para mim, e também para muitas outras pessoas,” desabafou Seth, que atualmente escreve um roteiro para o diretor Luca Guadagnino (“Me Chame Pelo Seu Nome”). A ideia do astro é mostrar que, através do uso da substância, pode ser gerada uma sensação de conforto que não surge de outras formas.

Tem sua razão, né?

LEIA TAMBÉM: Seth Rogen não para de mandar “senador fascista” dos EUA para aquele lugar

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar