Rogério Ceni e Andreas Kisser, do Sepultura
Fotos via Wikimedia Commons
 

Você pode até não acreditar nessa, mas Rogério Ceni quase foi o responsável pelo fim do Sepultura.

Pelo menos é isso que conta o guitarrista Andreas Kisser em entrevista ao quadro Sincerão, do UOL Esporte. De acordo com o músico, uma discussão acalorada sobre o ex-goleiro do time do São Paulo com o baixista Paulo Xisto quase colocou tudo a perder.

Ele disse (via UOL):

Minha discussão mais séria foi com o Paulo Xisto, glorioso baixista do Sepultura, atleticano fanático, discutindo sobre o Rogério Ceni. O Rogério é muito odiado pelo resto e muito amado pelo tricolor. Acho que o Rogério chegou em outro patamar. E foi uma besteira que quase acabou com a banda [risos].

Ele continua:

O negócio foi meio sério, mas no dia seguinte estava tudo certo. São discussões naturais. Já tivemos grandes embates. Foi essa a discussão que quase acabou com o Sepultura, ou quase tirou um da banda [risos], mas estamos aí juntos até hoje discutindo futebol da melhor maneira possível.

Já pensou? Assista a mais da entrevista no vídeo abaixo.

LEIA TAMBÉM: Supergrupo com Mastodon, Faith No More e Sepultura faz cover de Public Enemy; assista