Arte digital vendida em NFT por Mick Jagger
   

A gente te contou aqui nesta semana sobre o single que Mick Jagger lançou em parceria com Dave Grohl, “Eazy Sleazy”.

Na quinta-feira (15), o vocalista dos Rolling Stones anunciou através de suas redes sociais que iria leiloar uma obra de arte em formato NFT, token não fungível, associada ao lançamento.

Junto com o artista 3D Oliver Latta, também conhecido como Extraweg, a peça audiovisual, que pode ser vista em movimento no site de Jagger, é apresentada em um loop de 30 segundos.

Mick Jagger, Dave Grohl e NFT

O leilão teve a duração de 24 horas no site NiftyGetaway e o último lance arrematou a obra digital por 50 mil dólares, ou quase 300 mil reais (!).

O objetivo da venda é arrecadar fundos para entidades escolhidas tanto por Jagger quanto por Grohl e que auxiliam músicos independentes da Grã-Bretanha que foram drasticamente afetados pela crise da COVID-19.

Inclusive, a letra de “Eazy Sleazy”, que chegou a ganhar clipe, aborda o confinamento na pandemia e suas consequências.

Parte da verba também será revertida para causas ambientais que são apoiadas pelo veterano cantor.

Para quem ainda não sabe o que é uma obra em NFT, o TMDQA! preparou um guia com todas as informações essenciais sobre o assunto e que você pode conferir aqui.

LEIA MAIS: Criador vende o viral “Leave Britney Alone” em NFT por 250 mil reais