Paul McCartney fala sobre a primeira vez que os Beatles ficaram chapados com Bob Dylan
Fotos via Wikimedia Commons
 

Paul McCarteny recentemente lembrou a história da primeira vez em que ele e os outros integrantes dos Beatles ficaram chapados com a ajuda de Bob Dylan.

Reunido com artistas de diferentes idades para uma homenagem ao 80º aniversário de Dylan que será publicada na edição de Junho da revista Uncut, Macca falou sobre um momento do auge dos anos 60 em que ele e seu parceiros de banda tiveram sua primeira experiência fumando maconha (via NME):

Não tenho certeza se ele está muito interessado em que eu conte isso, mas vamos lá. Foi no Delmonico Hotel na Park Avenue em Manhattan, em Nova York, em agosto de 1964.

Estávamos em um quarto de hotel, todos sendo bons rapazes tomando nosso uísque com coca-cola – foi uma festa depois, eu acho. Dylan chegou e foi para o quarto com seu roadie. Ringo [Starr] foi ver o que estava acontecendo. Então ele encontra Dylan enrolando e dá uma tragada.

Ele voltou e dissemos: ‘Como foi?’ Então Ringo disse: ‘O teto está meio que descendo …’ Todos nós corremos para a sala dos fundos e falamos: ‘Dê-nos um pouco, dê-nos um pouco!’ Essa foi a primeira noite em que ficamos chapados!

Além de contar com os depoimentos relacionados ao cantor que completa 80 anos de idade em 24 de Maio, a edição mais recente de Uncut vem acompanhada pelo CD Dylan Revisited.

O produto inclui 14 covers com músicas de Dylan que foram gravadas exclusivamente para a revista e ainda conta com uma faixa inédita do músico. Artistas como The Flaming Lips, Richard Thompson, Low, Courtney Marie Andrews, Weyes Blood e mais estão presentes no álbum especial.

Continua após o tweet

No ano passado ao falar sobre sua admiração por Bob, Paul foi questionado sobre o que achou do último álbum de Dylan, Rough And Rowdy Ways, sobre isso ele disse:

Eu sempre gosto do que ele faz. Às vezes, gostaria de ser um pouco mais como Bob. Ele é lendário … e não dá a mínima! Mas eu não sou assim. Seu novo álbum? Eu achei era realmente bom. Ele escreve muito bem.

Eu amo a forma como ele canta. E, sim, eu gosto de suas coisas novas.

Paul McCartney e as Drogas

Em 2012, o ex-Beatle admitiu que depois de uma longa história com as drogas decidiu parar de fumar maconha para criar sua filha Beatrice sem a influência da droga.

Segundo a NME, em 1980 Macca passou nove dias em uma prisão japonesa depois que foi pego com a droga.

 
 
Compartilhar