A banda recifense de indie rock/pop Nimbo lançou recentemente seu mais novo single, “Tua Paz“. A canção, que estreou acompanhada por um videoclipe, nasceu da brisa do mar e chega para equilibrar com a melancolia de um dia nublado que o grupo traz em sua sonoridade.

O grupo conta que os versos surgiram no litoral pernambucano, a partir da melodia assobiada da canção. Surgiram, então, os versos descrevendo as sensações criadas pelo cenário ao redor: as imagens distorcidas pelo calor da areia, o sol escaldante, a maresia no ar e, com o passar da tarde, os tons dourados, a brisa acalentadora, o sol morno.

Para a produção audiovisual, a banda convidou a multi-artista Rafaela Amorim, que assina a concepção, direção e produção, e se inspirou em miragens e na brisa (do mar!) pra criar a atmosfera psicodélica das imagens.

Em seu núcleo criativo, a Nimbo é formada por Daniel Vasconcelos e Ricardo Chacon e  nasceu através da amizade e troca de experiências entre os músicos. No DNA musical do grupo está a espontaneidade e honestidade no processo criativo, explica Chacon.

Desde o começo houve essa sinergia, uma ligação forte entre nossas composições. Inicialmente cada um trouxe suas próprias canções para o projeto, mas com o passar do tempo passamos a compor juntos letras, melodias e arranjos.

As músicas compostas pela dupla se revelam usando o rock pop e o indie como alicerces de uma nova vertente da MPB. A sonoridade também mistura batidas de bossa nova, baião e eletrônico, como explica a dupla.

Somos contadores de histórias do nosso tempo, pra quem gosta de música. Penso que não podemos nos limitar a um rótulo.

O projeto viaja também por diversas culturas e etnias. A ideia dos músicos é rodar com a Nimbo pelo Brasil, expandindo o alcance de seu som despretensioso e cheio de sentimentos. Nessa jornada, a música irá refletir, a cada momento e com doçura, a energia de onde estiverem.

Assista abaixo ao clipe de “Tua Paz”.

Astralplane

astralplane
Foto: Divulgação

A banda baiana Astralplane se juntou à cantora Illy e ao rapper DICERQUEIRA para o seu lançamento mais recente. Intitulado “A-Calma“, o single é a trilha sonora perfeita para recordar os fim das tardes de verão. A canção sai em parceria com o selo e produtora Cavaca Records.

Todo mundo ama o brilho do sol. A energia que o astro rei emana, escorre pelo corpo e se perde entre sorrisos e ventania. Do despertar até o seu desmanche, é a luz que serve a todos, envolve o olhar e ativa os sentimentos mais bonitos, muitas vezes esquecidos, pela longa e sinuosa estrada da vida. É a paz e a necessária calmaria.

Seguindo esse fluxo cintilante, o tema foi concebido através de diversos estudos elaborados pela banda dentro do seu processo produtivo nesse período pandêmico. A tônica da música gira em torno da beleza que existe no verão, tendo um enfoque maior no diálogo entre o resplendor do sol com a água do mar. Teletransporta o ouvinte para um instante da existência de perfeita comunhão entre o ser e a natureza.

“A-Calma” mostra uma Astralplane mais amadurecida musicalmente, navegando por novos mares, em busca de novas parcerias. Além das participações, mais que especiais, de Illy e DICERQUEIRA (Afrobapho), ambos também baianos, o single carrega um sample do icônico poeta e escritor Ferreira Gullar, que margeia a ideia da canção.

A música surge marcada pela presença de batidas eletrônicas, fortemente influenciadas pelo trip hop, seguindo um andamento mais lento, quase que levando o ouvinte para uma transição gradual entre a areia e o mar. É a pureza da terra com a fluidez da água, contrastada pela esmiuçada irradiação solar cor de rosa e laranja, de um digno fim de tarde.

Você pode viver toda essa experiência no player abaixo.

Vittória Braun e Rafael Lorga

vittoria_braun_rafael_lorga
Foto: Reprodução / YouTube

A dupla Vittória Braun e Rafael Lorga estreou recentemente a música “Jornada“, primeiro single de seu futuro álbum de estreia, Salto no Breu. A faixa veio acompanhada por um videoclipe repleto de cores, paisagens e afetos.

A música descreve uma viagem por diferentes Brasis, a partir do desejo de desvendar novos caminhos e desatar os nós. Partindo do sertão em direção ao mar, passando por veredas, cafundós e também pelas grandes cidades, “Jornada” carrega uma sonoridade que aponta para um imaginário de América Latina que Vittória e Rafael gostam de ouvir e sentir através de suas palavras, timbres e ritmos.

A escolha do single para abrir as apresentações do álbum foi um desafio para os dois, mas Vittória conta que “Jornada” traz em si uma amostra do que a dupla, que são um casal há seis anos, querem para o projeto.

Não é que ‘Jornada’ resuma o disco, mas ela diz muito dos nossos desejos enquanto duo, no sentido do lugar onde colocamos as nossas vozes e de ser uma música que cantamos juntos. Uma das razões de ter sido escolhida veio do que a música é, do caminho que Iara e Rafa desenharam ela e da potência que ela representa.

A composição inaugura a parceria de Rafael Lorga com Iara Ferreira. De um ano para cá, o músico vem investindo com mais carinho nas parcerias porque descobriu que gosta mais de compor junto. E foi assim que fizeram “Jornada” no início dessa pandemia que jamais esqueceremos, rebobina Rafael.

De repente, a gente se deu conta de que não iria mais circular. A música veio dessa vontade de sair, seguir e sonhar. Ir sem medo do que virá, sem saber pra onde vamos, mas sabendo que não andamos sós. A canção brotou desse turbilhão de sentimentos. Iara mandou as duas primeiras estrofes lá atrás e retomei agora, movido pelo desejo de colocar ela no álbum. Trouxe outros cenários para a letra.

O álbum Salto no Breu foi todo gravado num mergulho profundo de três meses, com produção musical de Pedro Itan e coprodução de Claudio Nucci (Boca Livre). O disco tem seu lançamento agendado para o próximo dia 16 de Abril, e, assim como o clipe, foi realizado com recursos do edital Retomada Cultural RJ, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc.

Embarque abaixo no clipe de “Jornada”, dirigido por Caio Riscado.