Soft Cell
Crédito: reprodução
 

No ano em que o clássico “Tainted Love” completa 40 anos, o Soft Cell anuncia seu primeiro álbum desde 2002, quando saiu Cruelty Without Beauty.

Inclusive, o duo britânico formado por Marc Almond e Dave Ball se reuniu pela última vez em 2018, ao lançar o single “Northern Lights”.

A música integrou um box comemorativo da carreira da dupla chamado Keychains and Snowstorms, e foi acompanhada de um show de despedida que aconteceu na O2 Arena, em Londres.

Duo ficou 15 anos sem se ver

Na ocasião, o Soft Cell não se apresentava ao vivo desde 2004.

“Antes do show na O2 Arena, Marc e eu não nos víamos há cerca de 15 anos. Desde então, nós começamos a soar mais maduros. As novas músicas continuam cativantes,” disse Ball ao Daily Star.

Ontem (12), o duo postou no Facebook uma foto de sua discografia no formato de fitas cassete. Na legenda, eles escreveram: “Talvez haja algo para adicionar a esta super coleção de cassetes em breve”.

Ao falar a respeito do que é possível esperar no novo disco do Soft Cell, Ball falou com o Daily Star e afirmou:

Nós não tentamos compor outra ‘Tainted Love’. Talvez devêssemos!

Mas seria inapropriado que dois homens de 60 e poucos anos de idade tentassem escrever canções pop para todo mundo pular. Isso não significa que nos tornamos miseráveis, e não é música industrial pesada também. Eu diria que as músicas estão soando minimalistas, melódicas e orientadas aos graves.

 

Might be something to add to this superb collection of cassettes soon…

Publicado por Soft Cell em Segunda-feira, 12 de abril de 2021

 
 
Compartilhar