Megadeth
Divulgação
 

O Megadeth é a banda mais recente a arrecadar uma boa quantia com a venda do seu primeiro NFT, um token não-fungível.

De acordo com informações do portal Blabbermouth, a peça digital exclusiva da banda foi vendida por US$ 18 mil, aproximadamente R$ 103 mil.

A arte animada que recebeu o nome de Genesis e tem seis segundos de duração conta com o logotipo da banda e seu mascote, Vic Rattlehead, girando. Sua venda foi anunciada na semana passada e teve o leilão encerrado nesta segunda-feira (12).

Continua após o tweet

NFTs e a indústria da música

O recurso que vem sendo utilizado com cada vez mais frequência realiza o registro de um material em uma rede blockchain, que guarda todos os dados de todas as transações em cima dele e também garante sua autenticidade.

Os NFTs dão acesso a materiais digitais exclusivos e em edições limitadas como artes, áudios, ingressos, capas de discos e outras formas de conteúdo criativo, como esclarecemos melhor aqui.

Nesse caso, por exemplo, o comprador será o único detentor dessa arte digital do Megadeth em todo planeta. Só ele terá acesso ao arquivo original e poderá, se quiser, vendê-lo no futuro.

Megadeth, Kings Of Leon e mais…

No início de Março, o Kings of Leon marcou a história ao ser a primeira banda a lançar um disco vendido como NFT. Com as vendas de When You See Yourself nesse formato, a banda arrecadou mais de R$ 10 milhões (US$ 2 milhões).

Um relatório recente do portal Non Fungible, reproduzido pela PR Newswire, informou que o mercado dos tokens não-fungíveis triplicou em 2020 e que os NFTs pretendem se tornar uma das principais classes de ativos emergentes para a Economia Virtual dos próximos anos.

 
 
Compartilhar