Teia de aranha musical
Foto Stock via Shutterstock
 

Você já imaginou qual seria o som gerado por uma teia de aranha se ela pudesse ser tocada como as cordas de uma harpa?

Esse questionamento se transformou em um estudo de cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), que decidiram modelar os fios individuais da teia como se fossem objetos vibrantes.

De acordo com o professor de engenharia do MIT Markus Buehler (via Digital Music News) a pesquisa de sonificação de dados das teias de aranha tem como intuito “expandir a forma como geramos som na música” e como se compõe as canções.

Buehler e sua equipe apresentaram as descobertas em uma reunião da American Chemical Society, uma conferência dedicada a profissionais da indústria química.

Teias de aranha se tornam músicas

O projeto de transformar o “som” das teias em música foi acompanhado por vídeos 3D que ilustram alguns dos resultados apresentados. Um deles foi feito imaginando a perspectiva da própria aranha.

No material disponibilizado o público pode perceber que o som gerado no estudo é semelhante a um constante farfalhar de sinos. Sobre o resultado o professor Markus Buehler disse na conferência:

Você ouve algo que no começo soa bastante dissonante para o ouvido humano. Mas depois de passar algum tempo na web, torna-se estranhamente familiar.

Para chegar ao som apresentado, Buehler trabalhou com um conjunto de sons que podem ser captados pelo ouvido humano. Sua equipe utilizou a física da teia de aranha para atribuir tons audíveis à tensão e vibrações únicas de cada corda.

A partir desses recursos, o tom de cada corda foi criado em um modelo interativo da internet que pode produzir som quando manipulado em Realidade Virtual.

Com a “sonificação” de dados das teias de aranha, Markus Buehler espera que mais pesquisas relacionadas ao áudio sejam exploradas.

Isso mostra que nosso sistema de referência humano não é o único. Para algo como uma aranha, existe uma maneira totalmente diferente de experimentar o mundo, e agora temos a capacidade de ver isso.

O professor planeja voltar ao laboratório após a pandemia junto com um colaborador de longa data para gerar sons de aranha com Inteligência Artificial e testar as reações reais do animal a esses sons.

Confira nos players abaixo alguns exemplos do resultado final desenvolvido pela pesquisa.

 
 
Compartilhar