Chico Buarque
 

Você provavelmente já viu por aí o meme de Chico Buarque, com as imagens lado a lado do músico sério e sorrindo.

Pois compartilhá-la na internet não é um problema, a não ser que isso esteja ligado a uma atividade lucrativa. E foi o que fez a empresa VSaúde, que a colocou em um anúncio de Facebook no qual oferecia um aplicativo para consultas em casa.

Na legenda do Chico sério, a peça escreve “preso no consultório”, enquanto o Chico sorrindo tem uma legenda que diz “podendo atender os pacientes de qualquer lugar”. Na publicação em si, fica claro que a ideia é mostrar que a pandemia trouxe uma nova forma de atendimento médico que pode se perpetuar mesmo após o fim da crise de saúde.

De uma forma ou de outra, o próprio Chico não curtiu ter sua imagem associada a isso sem sua autorização. A Folha de S. Paulo afirma (via BLITZ) que já foi aberto um processo buscando uma indenização no valor de R$40 mil, uma vez que as fotos fazem parte da capa do disco Chico Buarque de Hollanda (1966) e são propriedade do cantor.

Ele promete doar todo o valor ao Retiro dos Artistas, instituição que acolhe pessoas idosas que vivem e/ou viveram da arte, caso vença o julgamento. Você pode ver o anúncio que gerou o processo abaixo.

Processo de Chico Buarque

 
Compartilhar