Jay-Z
Foto: Divulgação
 

Lenda do Rap e empresário no ramo da cannabis (e em tantos outros), Jay-Z ficou bastante feliz com a recente decisão de Nova York de legalizar o uso recreativo da planta.

Com a expectativa de criar 60 mil empregos e gerar 350 milhões de dólares anuais em impostos, a notícia da nova legislação foi recebida por Jay como algo “incrivelmente emocionante”. Em um comunicado à imprensa (via REVOLT), ele disse:

[A nova legislação] representa uma oportunidade atrasada e muito para os novaiorquinos, para a indústria da cannabis, para a igualdade social e a justiça social. Eu vi em primeira mão os impactos infligidos por gerações contra as comunidades negras e minorias por conta da guerra contra as drogas bem aqui em Nova York.

Hoje, fico orgulhoso de ver o meu estado natal se juntar à The Parent Company em abrir caminho para um mercado de cannabis bem-sucedido e igualitário.

Jay-Z e a maconha

A The Parent Company, mencionada acima, é uma das maiores empresas do ramo da cannabis nos EUA e tem uma parceria firmada com Jay justamente para garantir que o crescimento desta seja socialmente igualitário.

Em termos concretos, há uma promessa de investir 2% dos lucros anuais da empresa em promover a diversidade na indústria e já foi feita outra promessa de um investimento de 10 milhões de dólares em empresários negros e de outras minorias que estejam envolvidos no ramo.

O próprio site da empresa possui um comunicado escrito por Jay, que diz:

Nós [minorias] fomos os mais afetados negativamente pela guerra contra as drogas, e os EUA se transformaram e criaram um negócio a partir disso que vale bilhões. Eu quero fazer algo de uma forma concreta, real, onde eu faça a minha parte.

Aí sim, hein?

 
Compartilhar