Lafayette Coelho
Foto: Reprodução / YouTube
Ouça a nova música de Juliah!    

Tendo tocado em mais de 50 álbuns de diferentes artistas durante sua carreira, Lafayette Coelho faleceu no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (31).

A viúva do músico, Esmeraldina, confirmou a notícia através do Facebook, sem revelar a causa da morte. Um dia antes de falecer, Lafayette havia sido internado por conta de uma pneumonia. Enquanto algumas fontes dizem que ele tinha 78 anos, outras falam em 79.

Tecladista de Roberto Carlos e Erasmo Carlos nos anos 60, além de outros nomes importantes da música brasileira, foi amigo de infância de Erasmo, se tornando o tecladista favorito da Jovem Guarda.

Lafayette Coelho, a Jovem Guarda e os Tremendões

Sergio Reis e Golden Boys são outros artistas nacionais que trabalharam com Lafayette, que chegou a acompanhar figuras internacionais como Neil Sedaka e Jimmy Cliff, quando estes passaram pelo Brasil em turnê.

Em 2004, Coelho lançou com Gabriel Thomaz, do Autoramas, o projeto Lafayette e os Tremendões, para apresentações ao vivo. Cinco anos depois, eles lançaram o disco As 15 Super Quentes.

O baixista Melvin Ribeiro, que faz ou já fez parte de tantos grupos importantes do país como Carbona, Los Hermanos, Melvin e os Inoxidáveis e mais, esteve no projeto com Lafayette e lamentou a sua morte, compartilhando o capítulo de seu livro, Estrada – Mil Shows do Melvin, onde fala sobre o músico.

Que descanse em paz.